Menu
domingo, 26 de setembro de 2021
Online e gratuito

#EmCasaComSesc começa com o show do Mani Padme Trio

Transmissões são realizadas diretamente das unidades do Sesc São Paulo, sem presença do público no local e seguindo todos os protocolos de segurança

02 Ago 2021 - 07h46Por Redação
Criado em 2002, o Mani Padme Trio, traz influências das culturas do Brasil e de Cuba - Crédito: Maria BirbaCriado em 2002, o Mani Padme Trio, traz influências das culturas do Brasil e de Cuba - Crédito: Maria Birba

No ar desde abril de 2020, o #EmCasaComSesc segue em 2021 com uma programação diversificada de espetáculos ao vivo na internet. São shows, apresentações de teatro e dança, e espetáculos para crianças e famílias, sempre mesclando artistas e companhias consagrados no cenário brasileiro com novos talentos. As transmissões acontecem de terça a domingo, às 19h, no Instagram Sesc Ao Vivo e no YouTube Sesc São Paulo, exceto a apresentação para crianças, aos sábados, que ocorre às 15h.

As transmissões são majoritariamente realizadas diretamente das unidades do Sesc São Paulo, sem presença do público no local e seguindo todos os protocolos de segurança de prevenção à Covid-19. Além dos palcos, alguns trabalhos são transmitidos a partir da casa ou do estúdio dos artistas. Tudo em conformidade com as medidas estipuladas pelo Plano São Paulo.

Terça-feira é dia de música instrumental na programação Música #EmCasaComSesc – e do Instrumental Sesc Brasil. No dia 03/08, o Teatro Anchieta, no Sesc Consolação, recebe o Mani Padme Trio – formado por Yaniel Matos (piano), Sidiel Vieira (baixo acústico) e Ricardo Mosca (bateria). A apresentação traça um paralelo entre o virtuosismo e o lirismo, num roteiro em que predomina a improvisação, uma das características principais do grupo. O repertório reúne obras dos integrantes do trio e de outros compositores, a exemplo de “Cimarron” (Yaniel Matos), “Compreensiva” (Sidiel Vieira), “Cais” (Milton Nascimento e Ronaldo Bastos) e “O que Será” (Chico Buarque).

Criado em 2002, o Mani Padme Trio – cujo nome se originou do mantra budista “Om Mani Padme Hum” –, traz influências das culturas do Brasil e de Cuba, do jazz europeu e da música nova-iorquina. Formado pelo cubano Yaniel Matos (piano) e pelos brasileiros Sidiel Vieira (baixo) e Ricardo Mosca (bateria), o grupo conta em sua discografia com os álbuns “Um Dia de Chuva (2003)”, “Depois” (2006) e “Voo” (2017).

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias