domingo, 23 de junho de 2024
Segurança

Homem contratado pelo marido para matar mulher é condenado pelo tribunal do júri em São Carlos

29 Mai 2024 - 09h44Por Redação
Acusado detido pela PM logo após o crime - Crédito: arquivoAcusado detido pela PM logo após o crime - Crédito: arquivo

O homem que tentou uma mulher no dia 14 de novembro do ano passado, no Jardim Embaré, foi condenado a oito anos de prisão durante julgamento que aconteceu nesta terça-feira (28), no Fórum Criminal de São Carlos. Ele teria cometido o crime a mando do marido da vítima mediante pagamento de recompensa. (relembre o caso).

Ivan Frederico Dorn invadiu a casa da mulher e desferiu contra ela socos e golpes de faca. Também teria se apoderado de R$ 700 em dinheiro que estava em cima de um armádio da cozinha. 

Os jurados reconheceram a prática de tentativa de homicídio e negaram a absolvição. Em seguida admitiram a qualificadora de promessa de recompensa e afastaram a tese de feminicídio. Por último absolveram o réu da acusação de furto. 

O réu que já estava preso aguardando o julgamento não poderá recorrer da sentença em liberdade devido aos maus antecedentes que possuí e pelo crime em si. 

Dinheiro apreendido na época com o acusadoDinheiro apreendido com o acusado na época

O CASO 

O São Carlos Agora noticiou na época que inicialmente se tratava de um assalto em uma casa no local conhecido como Banco da Terra, no Jardim Embaré, onde um desconhecido invadiu a casa de uma mulher de 46 anos armado com uma faca e de maneira violenta, levou R$ 700 e quebrou a clavícula e deixou lesões no pescoço da vítima, após efetuar cortes com a arma branca. Ela precisou ser socorrida à Santa Casa pela unidade resgate do Corpo de Bombeiros à Santa Casa, onde ficou internada.

Durante o dia, teve início diligências da Polícia Militar para localizar o autor do assalto e uma denúncia anônima, apontou que um suspeito de 34 anos estava em um ponto de ônibus no distrito de Água Vermelha. Uma equipe Rural da corporação, composta pelos cabos Miguel e Manfrim foi até o local. Porém o coletivo já estava a caminho de São Carlos.

Os policiais foram atrás e abordaram o ônibus do km 244 da rodovia Engenheiro Thales de Lorena Peixoto Junior (SP-318), próximo ao Varjão. O suspeito foi abordado e com ele, localizado uma quantia de dinheiro. Indagado, confessou o assalto e para surpresa dos PMs, relatou que a ideia seria matar a mulher, já que o assassinato teria sido encomendado pelo marido da vítima, de 39 anos. Para tanto, ele iria ganhar com o assassinato, uma moto, R$ 15 mil e um terreno.

No dia do crime, ele teria dormido na mata próximo a casa e esperou o marido da vítima sair para o trabalho e invadiu a casa. Com a faca, fez cortes no pescoço da mulher, além de violências que resultaram na quebra da clavícula. Ele pensou que ela estaria morta e fugiu. A ideia dele seria se esconder em Ribeirão Preto até a “poeira abaixar”.

Diante da revelação, os PMs foram atrás do marido e o detiveram, encaminhando ambos à Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), onde permaneceram à disposição da Polícia Civil. 

Leia Também

Últimas Notícias