Menu
quarta, 24 de fevereiro de 2021
Cidade

Sem aumento há dois anos, Polícia Militar luta por reajuste salarial

21 Set 2016 - 14h37
Foto: Divulgação - Foto: Divulgação -

A Associação dos Subtenentes e Sargentos da Polícia Militar (ASSPM) do Estado de São Paulo, que hoje tem aproximadamente 15 mil associados, iniciou há 30 dias uma campanha com o intuito de conseguir reajuste salarial para a categoria que não tem aumento há dois anos.

A afirmação foi dada na tarde desta quarta-feira, 21, pelo subtenente Milton Nogueira Bastos, presidente da regional São Carlos, que possui aproximadamente 420 associados.

"Há 30 dias, nossa sede central iniciou a campanha e as 20 regionais do interior apoiaram. Estamos há dois anos sem aumento. Neste período não tivemos nem a equiparação com a inflação. O último foi em 2014, quando tívemos um índice 8%. No ano anterior (2013) foi de 7%", disse Bastos.

"A alegação por não dar o reajuste é que o Estado está em dinheiro devido econômica. Mas temos família e precisamos sobreviver

PAUTA DE REIVINDICAÇÕES

Ao São Carlos Agora, o presidente da regional local da ASSPM afirmou que a sede central da associação elabora uma pauta de reivindicações que será entregue ao comandante geral da PM no Estado, ao Secretário de Segurança Pública e ao Governo do Estado.

"A partir daí vamos começar uma negociação para que possamos ter um reajuste e assim ter uma melhora em nossa renda familiar", finalizou Milton Bastos.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias