Menu
domingo, 26 de setembro de 2021
Cidade

São Carlos fecha primeiro semestre com US$ 61,5 milhões na balança comercial

14 Set 2017 - 10h10Por Abner Amiel/Folha São Carlos e Região
Foto: Divulgação - Foto: Divulgação -

A balança comercial de São Carlos fechou o segundo semestre positivo com US$ 61,5 milhões, segundo Informativo Econômico da Associação Comercial de São Carlos Acisc realizado junto com o Departamento de Economia da Unesp Araraquara.

A soma de todas as exportações de São Carlos resultou em US$ 142,7 milhões de dólares contra US$ 81,2 milhões de importações nestes seis meses. O resultado do saldo entre as exportações e importações em 2016 também foi positiva, US$ 55,6 milhões.

Segundo o informativo, os principais países parceiro exportação foram Estados Unidos (37,9%) e Argentina (16,8%). Do outro lado da balança, os países que as empresas do município importaram mais foram Alemanha (22,9%), Estados Unidos (15,8%) e China (13%).

De acordo com informativo econômico, dos US$ 142,7 milhões de produto exportados, 99,8% são produtos industrializados, especialmente da indústria de transformação, sendo este o principal ator do comércio internacional da cidade. Os bens de capital (máquinas e equipamentos necessários para a produção de bens e serviços) representaram 45,2% dos produtos exportados, 40,4% foram bens de consumo final e 14,4% bens intermediários (que são utilizados na produção de outros bens).

Os produtos mais expressivos exportados pelo município foram: lápis (exceto os da posição 9608), minas, pastéis, carvões, gizes para escrever ou desenhar e gizes de alfaiate. Esses são responsáveis por 33,8% do total das exportações. Bombas de ar ou de vácuo, compressores de ar ou de outros gases e ventiladores/exaustores. Representam outros 29,7% do total das exportações da cidade. Juntos correspondem a 63,5% de tudo o que foi exportado pelas empresas locais, medido em dólares, no primeiro semestre de 2017.

Já dos US$ 81,2 milhões importados, 97%,9 são bens industrializados. Os bens de capital representaram 39%, os bens de consumo final 6,6% e os bens intermediários 54,3% de toda a importação de produtos industrializados do município. De acordo com o boletim isso significa que 93,3% das importações realizadas no período por São Carlos foram destinadas às linhas de produção das empresas locais, sejam com máquinas e equipamentos ou insumos industriais e bens intermediários para compor os produtos finais.

Os principais produtos que as empresas de São Carlos importaram no primeiro semestre de 2017 são partes destinadas aos motores das posições 8407 ou 8408, que representaram 16,9% de todos os produtos importados pela cidade; veios (árvores) de transmissão e manivelas; chumaceiras (mancais) e bronzes; engrenagens e rodas de fricção; eixos de esferas ou de roletes; redutores, multiplicadores e caixas de transmissão, que representaram 10,7% do total de produtos importados pelo município; fios, cabos e outros condutores, que tiveram participação de 7,4% nas importações totais. Bombas de ar ou de vácuo, compressores de ar ou de outros gases e ventiladores/exaustores tiveram 7,1% de participação nas importações totais. Juntos, esses itens representam 42,1% de tudo o que foi importado por São Carlos no primeiro semestre de 2017.

BALANÇA COMERCIAL

O saldo do primeiro semestre do ano atual em comparação com o mesmo período do ano passado se deu pela diminuição de 8,4 milhões de dólares (-9,4%) no volume das importações de 2016 (US$ 89,6 milhões), enquanto as exportações diminuíram 2,5 milhões de dólares (-1,6%) no volume total exportado em 2016 (US$ 145,3 milhões). No primeiro semestre de 2017, em relação ao mesmo período do ano de 2016, a importação de bens de capital diminuiu 7,6%, de bens de consumo final diminuiu 27,3% e de bens intermediários diminuiu 7,9%.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias