Menu
domingo, 18 de agosto de 2019
Sonho da casa própria

Construtora Pacaembu anuncia investimentos de R$ 70 milhões e a construção de 500 moradias no Cidade Aracy

13 Ago 2019 - 13h18Por Marcos Escrivani
Construtora Pacaembu anuncia investimentos de R$ 70 milhões e a construção de 500 moradias no Cidade Aracy - Crédito: Marcos Escrivani Crédito: Marcos Escrivani

A cidade de São Carlos ganhou um grande empreendimento imobiliário na manhã desta terça-feira, 13. Foi anunciado oficialmente pelo diretor-comercial da Construtora Pacaembu, Frederico Escobar, o Vida Nova São Carlos, um investimento de R$ 70 milhões, com a construção de 500 moradias no Cidade Aracy. Será um bairro planejado. Além das casas próprias da faixa 2 do programa Minha Casa Minha Vida, haverá lotes para a edificação de estabelecimentos comerciais, como farmácias, lanchonetes, mercearias.

O evento aconteceu no Hotel Anacã e contou com a presença do prefeito Airton Garcia (PSB), secretários municipais, vereadores e representantes da Caixa Econômica Federal.

Famílias com até R$ 1,8 mil de renda mensal poderão fazer a inscrição a partir desta quarta-feira, 14, na praça em frente ao Mercado Municipal, das 9h às 18h. (Os documentos necessários estão no final desta matéria).

Ao final do anúncio, Frederico Escobar salientou que este pode ser o primeiro de vários empreendimentos que a Construtora Pacaembu pretende realizar em São Carlos. “Atuamos em 40 cidades do interior paulista. Somos a quarta maior empresa no segmento no Brasil e a meta é construir um bairro planejado com o Padrão de Qualidade Pacaembu. Estamos aqui porque a cidade acreditou no nosso trabalho, bem como nossos parceiros e a população nos acolheu”, salientou.

Escobar informou ainda que o namoro com São Carlos vem há algum tempo e a implantação e legalização do projeto tramitou rápido e ocorreu o lançamento do empreendimento imobiliário. “É uma oportunidade para a população, graças a parceria feita com a Prefeitura Municipal e Caixa Econômica Federal”, salientou. “Desta forma, São Carlos ganhará um bairro com ênfase na qualidade de vida”.

Segundo o diretor-comercial da Pacaembu, o financiamento será feito pela Caixa, agente financeiro do projeto. “O banco analisará os documentos dos interessados e irá aprovar ou não o financiamento que poderá ser em até 360 meses com parcelas mensais de R$ 531,00”, informou, salientando que o empreendimento proporcionará 300 empregos diretos e outros 500 indiretos. “Iremos movimentar a economia de São Carlos”.

DIMINUIR DÉFICIT HABITACIONAL

Airton Garcia disse que hoje São Carlos tem um déficit habitacional de 17 mil moradias e as 500 casas anunciadas diminui sobremaneira a conta negativa. “Mas temos que incentivar a Construtora Pacaembu a investir ainda mais em São Carlos. Mas que possamos trazer novos empreendimentos para zerar esse déficit”, pontuou o prefeito.

Segundo o chefe do Executivo São Carlos tem público em todas as faixas de renda, mas o público maior se concentra em famílias carentes.

VIDA NOVA

O Vida Nova São Carlos terá 500 moradias que serão financiadas pela CEF em até 360 meses. A entrega das chaves aos moradores tem prazo de 18 meses a partir da assinatura do contrato. A Construtora Pacaembu mantém tradição em executar obras em todo o Estado com agilidade e oferece certificado de garantia de 5 anos para os imóveis.

O investimento nas obras do novo bairro planejado, que será entregue com toda infraestrutura e pronto para morar, é de R$ 70 milhões.

O Vida Nova São Carlos ficará no prolongamento da Avenida Regit Arab, próximo a rodovia Professor Luís Augusto de Oliveira (SP-215), localização que permitirá fácil acesso às demais regiões da cidade. Além das casas, a Pacaembu também entregará no bairro uma Unidade Básica de Saúde (UBS) e um ecoponto.

AS CASAS E INSCRIÇÕES

A Pacaembu é especialista na construção de bairros planejados com casas térreas. O Vida Nova São Carlos será entregue com rede de água e esgoto, galerias pluviais, asfalto, guias e sarjetas, paisagismo, passeio público, energia elétrica, iluminação pública e acessibilidade, atendendo a norma ABNT 9050.

Para adquirir a moradia, as famílias devem fazer a inscrição com toda documentação necessária. A renda familiar composta é de R$ 1,8 mil e as parcelas serão a partir de R$ 531,00.

Para facilitar a realização do sonho da casa própria, a CEF oferece subsídio de até R$ 20.035,00, financiamento em até 360 meses e a possibilidade de utilizar o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) no valor da entrada do imóvel.

As casas são construídas com conceitos arquitetônicos que proporcionam uma moradia confortável e segura, possuindo dois dormitórios, sala, cozinha, banheiro e área de serviço coberta, com laje e piso cerâmico em todos os ambientes. Os imóveis são construídos em terrenos independentes de 160 m2, que possibilitam espaço para ampliações.

Para se inscrever, o interessado deve levar os seguintes documentos (originais):

Documentos pessoais

RG e CPF

Certidão de nascimento ou casamento

Certidão de nascimento dos filhos menores de 21 anos

Comprovante de residência: conta de água, energia elétrica, telefone, fatura de cartão de crédito ou extrato bancário recebido via Correios.

Documentos de comprovação de renda

Assalariados: 3 últimos holerites, Carteira de Trabalho e extrato atualizado do FGTS

Aposentados: número do benefício e último extrato do INSS

Empresário/autônomo: contrato social e três últimos pró-labores.

Não-assalariados: três últimos extratos de conta corrente constado o valor do limite do cheque especial e três últimas faturas do cartão de crédito.

Imposto de renda (caso seja declarante)

As informações completas estão disponíveis no site www.pacaembu.com.

O atendimento ao público para as inscrições começa nesta quarta-feira, 14, na praça do Mercadão. O local fica aberto diariamente (inclusive sábados, domingos e feriados), das 9h às 1h, até 2 de setembro.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias