Menu
segunda, 01 de março de 2021
Cidade

Acorde completa 28 anos de muito amor e carinho às pessoas especiais

15 Ago 2016 - 07h42
Foto: Divulgação - Foto: Divulgação -

O dia 8 de agosto foi especial para a Acorde (Associação de Capacitação, Orientação e Desenvolvimento do Excepcional) de São Carlos, que completou 28 anos de dedicação às pessoas com necessidades especiais.

Criada em 1988, a associação tem hoje 29 alunos entre jovens e adultos e é presidida por Edmar de Souza que concedeu uma entrevista exclusiva ao São Carlos Agora. A data foi lembrada com uma festa envolvendo direção, funcionários e alunos, que comemoraram a significativa data.

Ao SCA Edmar disse que a finalidade da Acorde é proporcionar "expectativa de vida melhor para as pessoas com deficiência, oferecendo a oportunidade de atendimento especializado e o principal, amor e carinho para as pessoas especiais".

A Acorde tem hoje 11 funcionários e 12 diretores voluntários e sobrevive de hoje de recursos públicos e ajuda de pessoas anônimas, que realizam campanhas e apoiam a associação. "Realizamos também eventos para arrecadar recursos para que possamos sobreviver".

SONHO E REALIDADE

Ontem e hoje, um sonho. Mas no dia de amanhã, a realidade. Com determinação e empenho, a direção da Acorde constrói a sede própria e em breve deverá mudar-se para um novo prédio, transformando em realidade, mais um sonho dos diretores da associação.

A ENTREVISTA

São Carlos Agora - Quando foi criada a Acorde e quem foi o primeiro presidente?

Edmar de Souza - A Acorde foi criada no dia 8 de agosto de 1988 por um grupo de mães que necessitavam de uma escola especial e adequada para seus filhos que precisavam de atendimentos especial.

SCA - Onde está instalada hoje e quantos funcionários estão envolvidos? Além dos voluntários?

Edmar - Hoje a Acorde está localizada na rua 15 de Novembro, 3499 (em frente a Escola Estadual Antonio Militão de Lima). Temos um quadro com 11 funcionários, sendo que sete formam a equipe multidisciplinar: Educadora Especial, Educadora Física, Psicólogo, Fisioterapeuta, Terapeuta Ocupacional, Fonoaudióloga e Nutricionista. Temos também 1 Auxiliar Administrativo, 1 Auxiliar de Limpeza, 1 Cozinheira e 1 Telefonista. A direção da entidade é formada por 12 diretores voluntários, que cuidam diretamente do financeiro, pessoal e administração da entidade. Também temos outros voluntários que procuram a entidade com a intenção de ajudar (sem ganhar nada em troca) como artesanato, karatê, estudantes das universidades que estão sempre apoiando nossos projetos. Também temos um grupo de voluntários que estão ligados diretamente a construção da nova sede junto com toda diretoria da instituição. Agradecemos por essas pessoas que disponibilizam tempo para apoiar nossa causa, sem essas pessoas não conseguiríamos realizar nossos projetos e manter essa instituição que tantos precisam. 

SCA - Quantas pessoas são atendidas e quais problemas elas têm.

Edmar - Hoje atendemos 29 alunos jovens e adultos. Alunos com autismo, esquizofrenia, deficiência mental, deficiência motora, retardo mental e síndrome de Down.

SCA - O que foi feito para celebrar a data?

Edmar - No dia do aniversário, a equipe de diretores e funcionários fez uma pequena comemoração junto com os alunos, pais e voluntários para relembrar o início da história e aniversário da instituição. Nosso sonho é que nos próximos aniversários da Acorde estejamos em nossa sede própria e posso convidar todos nossos amigos, parceiros, colaboradores, comunidade que apoiam nosso projeto e fazem parte da família Acorde.

SCA - Hoje, o que representa a Acorde para a sociedade são-carlense?

Edmar - Representa uma expectativa de vida melhor para as pessoas com deficiência, oportunidade de atendimento especializados e o principal que é amor e carinho com as pessoas excepcionais.

SCA - Quem colabora com a associação?

Edmar - Hoje temos um percentual de ajuda do poder público, mas nossos maiores parceiros que colaboram com a instituição é população que apoiam os projetos através de nosso telemarketing, colaboram com os eventos que realizamos, doação de alimentos entre outros produtos que a instituição necessita para sua manutenção diária.

SCA - O que a Acorde faz no dia a dia para sobreviver?

Edmar - A Acorde realiza eventos como Pizza, Jantar Dançante, Bingo, eventos esporádicos durante os meses que nos ajudam a manter nossos trabalhos mensalmente. Como disse anteriormente temos ajuda do poder público e da população que nos ajudam através de nosso telemarketing.

SCA - Qual o sentimento de cada funcionário e cada voluntário em doar tempo de sua vida para pessoas com uma necessidade especial? É um sentimento que faz bem para o espírito?

Edmar - Eu acredito que o sentimento que cada profissional, diretor, voluntário, que doa um pouquinho que seja de seu tempo por nossos alunos é o sentimento de gratidão, gratidão por estar com pessoas tão especiais, que não medem esforços para nos dar carinho, para nos mostrar o quanto vale a pena estar aqui. Somos gratos por poder participar da vida de cada aluno, eles são anjos que Deus coloca em nossas vidas para que possamos nos tornar pessoas melhores. Não existe nada mais gratificante que o sorriso de agradecimento de cada aluno, de ver a evolução de cada um cada dia que passa, de saber que estamos conseguimos oferecer a eles oportunidades de mostrar para o mundo que eles são capazes de ter um vida digna. Nossa missão e ajudá-los, e isso faz com que tenhamos forças para lutar todos os dias por eles e por todos que precisam da Acorde.

SCA - Considerações finais

Edmar - Agradecemos a todos que apoiam nossos projetos. Deixamos nossa instituição a disposição para quem quiser conhecer e se interessar a fazer parte dessa família.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias