Menu
domingo, 18 de abril de 2021
Cidade

Ação solidária não escolhe idade e sexo em campanha de doação de cabelos

Promovida pela ONG Supera, evento contou com a participação de 44 doadores.

06 Fev 2018 - 08h51
Foto: Marcos Escrivani - Foto: Marcos Escrivani -

Um exemplo a ser seguido foi dado por crianças e homens que participaram de uma ação solidária organizada pela ONG Supera, das 13h30 às 20h desta segunda-feira, 5, em sua sede, localizada na rua Desembargador Júlio de Faria, na Vila Prado.

Foi realizada a campanha de doação de cabelos, uma ação solidária em prol da Rede Feminina de Combate ao Câncer de São Carlos e 44 pessoas praticaram a boa ação.

O que chamou a atenção foi a presença de várias crianças e homens que deixaram sua contribuição e tiveram os cabelos cortados gratuitamente pelas cabeleireiras voluntárias Cláudia Maria Ribeiro e Cleide Longo.

A presidente e gerontóloga Lilian Cristina Cunha Mendes, não escondia sua satisfação, ao lado das colaboradoras da ONG que tem cunho social.

"É a primeira vez que realizamos uma ação social deste porte e foi feito para marcar o dia 4 de fevereiro, onde é lembrado o Dia Mundial do Câncer", disse Lilian. "A procura por doadores foi acima da expectativa", disse ao São Carlos Agora.

Segundo a presidente da ONG estiveram presentes mulheres de todas as idades. "Mas homens também vieram, bem como muitas crianças, que se mostraram solidárias. Isso é algo que nos deixa imensamente felizes. A solidariedade não escolhe idade e sexo até mesmo em uma campanha desta natureza", disse, realizada.

Segundo Lilian a iniciativa foi considerada positiva e teve uma repercussão aceitável. Diante disso, pensa nos próximos caminhos que serão percorridos pela Supera ao longo de 2018.

"Vamos sim encampar novas ações solidárias, entre elas doação de sangue, no Dia Mundial da Saúde e Dia do Idoso. A meta é realizar sempre uma campanha agregada a data", garantiu.

SEM SEXO, SEM IDADE

A bondade, o carinho, o amor e a solidariedade para com o próximo. Assim marcou a campanha de doação de cabelos promovida pela Supera.

A pequena Emily dos Santos Catóia, de apenas 10 anos, deu exemplo de cidadania e amor ao próximo ao cortar seu cabelo. "Vi no Facebook e não falei com ninguém. Faz tempo que quero doar meu cabelo e como vi que ia acontecer esta campanha, estou aqui para fazer a minha parte", afirmou. "Estou feliz, pois um pedacinho de mim irá ajudar uma pessoa que não conheço. A sensação de ajudar alguém faz bem para o meu espírito", disse a iluminada criança.

Quem participou da ação social foi o estudante Afonso A. Zargetto, 21 anos. Há um ano e meio não cortava os cabelos. "Era um desejo pessoal. Queria apenas mudar o visual". Contudo, ao tomar conhecimento da campanha através do portal SCA mudou de opinião.

"Acredito que o fato de não cortar o cabelo por muito tempo, tinha um motivo. Ao tomar conhecimento desta campanha senti a necessidade de participar. Se um dia me senti bem com o cabelo comprido, chegou a hora de eu melhorar a alto-estima de alguém que luta para viver. Me senti realizado", garantiu Afonso.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias