Menu
sábado, 26 de setembro de 2020
Cidade

1ª Conferência Municipal de Comunicação em São Carlos

28 Out 2009 - 18h16Por Redação São Carlos Agora
Na noite desta terça-feira (27), no auditório “Bento Prado Jr.”, no Paço Municipal, foi realizada a primeira etapa da 1ª Conferência Municipal de Comunicação de São Carlos, com o tema “Comunicação e Cidadania: Democratização da produção e participação pública nos meios de comunicação”. Formaram a mesa de abertura o vice-prefeito de São Carlos, Émerson Pires Leal, a primeiradama e presidente do Fundo Social, Cidinha Duarte, o Secretário de Comunicação, Leandro Severo, o vereador Ronaldo Lopes, o superintendente da TVE, Diego Doimo, a diretora de Comunicação Social da UFSCar e Rádio UFSCar, Mariana Pezzo, o Coordenador de Comunicação da UFSCar, Rodrigo Botelho, e o jornalista e editor da Revista Fórum, Renato Rovai.

A abertura do evento foi feita pelo Secretário Municipal de Comunicação, Leandro Severo, que falou que a discussão de democratização dos meios de comunicação é uma discussão nacional. Que a população precisa ter acesso à informação não de forma parcial, mas completa. “Precisamos estabelecer uma discussão séria sobre as concessões e produções. Esse vai ser o pontapé inicial, e um debate que interessa a toda comunidade, e espero que seja o primeiro debate de muitos que virão”, diz Leandro.

O vice-prefeito Emerson Leal disse que a mídia nunca esteve tão em debate como agora. “A mídia é uma concessão pública e precisa ter responsabilidade com a sociedade. Essa Conferencia é da mais alta responsabilidade e está acontecendo em todo o país”.

Nesse primeiro dia da conferência foi discutido a importância do espaço que está sendo construído na comunicação brasileira, do ponto de vista do debate e da democratização da mídia no Brasil.

Para o Coordenador de Comunicação da UFSCar, Rodrigo Botelho, que dividiu a bancada de discussões com o jornalista Renato Rovai, é importante pensar na democratização da produção. Ele citou a experiência da rádio UFSCar, que já trabalha com software livre e com produções alternativas.

Segundo o jornalista e editor da Revista Fórum, Renato Rovai, estamos vivendo uma nova ordem midiática do ponto de vista global. O que é importante para ajudar a refletir a respeito do que deve ser colocado em pauta nessa conferência.

“Nós não vamos conquistar boa parte dos nossos sonhos, mas podemos começar a construir outros caminhos para ir buscá-los no médio e longo prazo. Sou um enorme entusiasta da internet. Se hoje me perguntassem se você prefere discutir as concessões ou a banda larga gratuita para todos, eu prefiro banda larga pública gratuita para todos”, explicou.

O palestrante citou ainda que o porquê acredita na democratização via internet. Segundo ele, os maiores jornais do país são chamados de “jornalões”, no entanto já estão deixando de ter a influência que tinham antes e cita os números de exemplares diários dos grandes jornais brasileiros, que estão diminuindo a cada nova contagem.

Rovai salientou ainda que o debate é focado sobre qual patamar de processos informativos estão sendo construídos atualmente. “Nossa responsabilidade é muito grande. Mesmo essa sendo a 1ª Conferência de Comunicação, acho que ela deve ser encarada com muita seriedade daqueles que estão se envolvendo”, explica Rovai.
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias