Menu
domingo, 20 de maio de 2018
Cidade

Grevistas da USP fecham os portões em protesto por aumento salarial

07 Ago 2014 - 16h05

Os funcionários em greve da Universidade de São Paulo (USP) ampliaram os piquetes na manhã de hoje (7) e fecharam os portões das universidades. Em São Carlos somente pessoas a pé conseguiram entrar nas dependências das unidades. O protesto deve continuar até às 18h.

Na capital, além do portão principal, no acesso da Rua Alvarenga, os demais portões com entradas direcionadas para o Hospital

Universitário e para a Escola Politécnica foram fechados. Em greve há mais de dois meses, a categoria reivindica aumento salarial de 9,7%.

"A greve deve crescer porque o governo cortou os salários indiscriminadamente”, justificou o diretor do Sindicato dos Trabalhadores da Universidade de São Paulo (Sintusp), Magno de Carvalho, referindo-se ao critério adotado para o corte dos dias não trabalhados.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias