Menu
segunda, 28 de setembro de 2020
Polícia

Polícia Civil investiga morte de são-carlense em Jacareí

21 Out 2014 - 13h42
Polícia Civil de Jacareí investiga o caso. - Polícia Civil de Jacareí investiga o caso. -

A Polícia Civil tenta esclarecer as circunstâncias da morte de um são-carlense que teria sido assassinado na cidade de Jacareí, no vale do Paraíba. O crime envolto em mistério ocorreu no último dia 16 e Fabio Henrique Roque Santinon, 36, teria sido levado por um desconhecido até a emergência da Santa Casa daquela cidade, onde faleceu 22 horas após na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

IDENTIFICAÇÃO

Inicialmente sem qualquer reconhecimento e documentos o são-carlense foi levado com ferimentos generalizados à emergência, onde mesmo com muita dificuldade conseguiu falar que residia na cidade de São Carlos, pronunciou seu nome, dizendo que no dia 9 de outubro teria completado seus 36 anos e havia sofrido um capotamento com seu veículo Jetta preto. Após passar por vários exames o rapaz foi encaminhado para a UTI, onde foi internado e respirava com auxílio de aparelhos. Um dos médicos que teria consultado Fabio fez constar em seu relatório que embora tivesse relatado sobre o acidente automobilístico ele apresentava lesões que só poderiam ter ocorrido devido a uma seção de espancamento. A Polícia Militar teria sido alertada sobre a entrada do paciente com identidade ainda indefinida e sobre o suposto acidente que o mesmo relatava.

VEÍCULO

Após várias consultas em Jacareí e região os policiais militares não conseguiram localizar o Jetta a vítima teria dito que dirigia. Como Fabio estaria sem condições de falar os médicos aguardavam sua melhora para que a polícia pudesse esclarecer o que teria realmente ocorrido.

MORTE

No início da manhã de sexta-feira (17), por volta das 6h30, Fabio não suportando os ferimentos veio a falecer. Logo pelas primeiras horas da manhã o delegado Luiz Antônio Cunha dos Santos, titular do 3º Distrito Policial de Jacareí foi comunicado da morte do são-carlense e do misterioso caso. Após ouvir um funcionário da Santa Casa ele determinou que sua equipe assumisse os trabalhos investigativos e no início da tarde, familiares do rapaz foram localizados e comunicados sobre sua morte e seguiram para Jacareí.

HOMICÍDIO

Após os primeiros levantamentos, o delegado Luiz Antônio após registrar o caso como “homicídio qualificado”, determinou que o corpo do são-carlense fosse encaminhado para o Instituto Médico legal (IML), onde passou por necropsia e por volta das 16 horas foi liberado a uma funerária que transladou o corpo na noite de sexta para São Carlos, e na manhã do último sábado (18), foi sepultado no cemitério Nossa Senhora do Carmo. A Polícia Civil de Jacareí segue investigando o misterioso caso e diz que o são-carlense teria sido vítima de um homicídio qualificado, cujo caso ainda envolto em mistério segue sob investigações.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias