Menu
terça, 26 de janeiro de 2021
Polícia

Mãe é detida após se recusar a deixar bebê internado no HU

26 Nov 2017 - 12h07

Uma mulher de 32 anos foi detida na manhã deste domingo (26) após desacatar médicos, funcionários do Hospital Universitário e uma conselheira tutelar, por não aceitar que seu filho ficasse internado no hospital.

Segundo informações, na noite de sábado o Samu foi acionado no assentamento do Antenor Garcia, para socorrer o bebê de 2 anos e 4 meses, que estaria passando mal, com falta de ar. 

A criança foi encaminhada ao Hospital Universitário, onde recebeu medicação e passou por um raio x que apontou indícios de que ela estaria com bronco-pneumonia, por isso precisaria permanecer internada para receber os cuidados necessários, mas ao saber dessas informações, a mãe recusou-se a deixar o filho internado e a acompanhá-lo durante a internação.

Ela desacatou médicos e funcionários do hospital e, além da Polícia Militar, o Conselho Tutelar também foi acionado. A conselheira Marlene Ferreira chegou ao local com uma equipe da GM e todos tentaram explicar à mãe a necessidade do menino ficar internado, mas ela recusou-se e rasgou a ordem de internação, jogando o papel dentro de um copo de chá.

Diante da situação, foi aplicada a medida do artigo 129 do Estatuto da Criança e do Adolescente, que garante à criança e ao adolescente tratamento especializado em caso de doença, direito esse que deve ser buscado pelo responsável do menor, e não negado como ocorreu neste caso. Por isso a genitora foi encaminhada ao plantão policial, ficando à disposição da Justiça.

A criança permaneceu internada e outro familiar foi solicitado para acompanhá-la.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias