Menu
quinta, 29 de outubro de 2020
Polícia

Laudo aponta que pedreiro espancado por seguranças sofreu politraumatismo e hemorragia interna

12 Ago 2009 - 09h17Por Redação São Carlos Agora
O pedreiro Ademir Peraro, de 43 anos morreu em conseqüência de hemorragia interna e politraumatismo. É o que aponta do laudo médico emitido pela Santa Casa de São Carlos. Dois seguranças de um supermercado de São Carlos são acusados de espancar e provocar a morte do pedreiro.

Peraro foi flagrado pelos seguranças na tarde da última quarta-feira furtando pequenos produtos do estabelecimento. Em seguida ele foi levado até o banheiro privativo para funcionários onde sofreu as agressões. Ele ficou trancado no local até às 21h, quando o supermercado fechou. Em seguida ele foi liberado pelos seguranças.

Em entrevista ao jornal Folha de São Paulo, uma funcionária que não quis se identificar disse que quando os seguranças estavam lá o clima ficava pesado. Um cliente ouvido pela reportagem disse que os dois eram muito fortes e faziam uma ronda ostensiva pelas dependências do estabelecimento.

Outra pessoa ouvida pelo jornal, foi um vizinho de Peraro, o qual disse que a vítima era magra e franzina, que até um menino de 10 anos poderia agredi-lo. Ele acredita que o pedreiro não teve nenhuma chance de defesa.

O vigilante RB, de 25 anos já foi ouvido pelo delegado Geraldo Souza Filho, responsável pelo caso. Ele confessou o espancamento. DLB, de 24 anos que também foi indiciado, mas ainda não se apresentou à Polícia.

A assessoria de imprensa do supermercado informou que a rede não tem culpa pelo crime, mas está ciente de um possível processo cível.
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias