Menu
sábado, 19 de outubro de 2019
Polícia

Ladrões voltam a furtar grande quantidade de hidrômetros em São Carlos

12 Jul 2019 - 09h50Por Por Pedro Maciel
Ladrões voltam a furtar grande quantidade de hidrômetros em São Carlos -

Na manhã da última terça-feira (9), uma aposentada de 59 anos, procurou a polícia para registrar outro Registro Digital de Ocorrência (RDO), sobre o furto do hidrômetro do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), ocorrido na entrada de sua residência, localizada na rua Monteiro Lobato, na vila Nery, região leste de São Carlos. Ela ouviu um grande estouro e ao sair da moradia encontrou água jorrando. Tanto o cavalete, quanto o hidrômetro foram levados.

A reportagem apurou que entre a madrugada de terça e quarta-feira (10), os marginais levaram cerca de 10 hidrômetros nas regiões leste, norte e sul de São Carlos.

OPERAÇÃO ÁGUA

Durante o ano passado, a Polícia Civil desencadeou em São Carlos a operação Água, que teve como objetivo identificar ladrões e comerciantes que estariam comprando e revendendo este material. Ainda, segundo o levantamento no ano passado, a média era de 5 hidrômetros furtados no mês. Hoje a média é de 11.

Benedito Marchezin, diretor presidente do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), pede para a população denuncie os ladrões através do 181 (Disque Denuncia) ou 190 ( Polícia Militar)

Se houver cobranças por funcionários da autarquia, Marchezini, orienta ligar para o telefone do SAAE 0800111064 para que providencias sejam tomadas.

Um levantamento da polícia, indicava que boa parte dos furtos de hidrômetros,estariam concentrados na região sul da cidade, porém, neste ano, os crimes vêm aumentando e outros equipamentos, como torneiras, fiação elétrica e até o medidor de energia (relógio) da Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL), estão sendo subtraídos na cidade. A Polícia Civil orienta aos comerciantes a não receber este equipamento (hidrômetro do SAAE), ou mesmo medidor de energia da CPFL), por conta de responder pelo crime de receptação - artigo 180 do Código Penal Brasileiro (CPB).

HIDRÔMETROS
No caso do furto do hidrômetro o usuário deverá registrar o Registro Digital de Ocorrência (RDO) da Polícia Civil e apresentar esse documento em uma das Unidades de Atendimento ao Usuário, requisitando a instalação de novo hidrômetro. Marchezin informou que o proprietário do prédio furtado terá que pagar uma taxa de R$ 65,00 pelo hidrômetro e R$ 50,00 da mão de obra do SAAE

Colaboração: Pedro Maciel

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias