Menu
sábado, 24 de outubro de 2020
Polícia

Jovem grávida se defende de acusações

22 Jan 2010 - 12h59Por Redação São Carlos Agora
0 - 0 -

“Eu temo mais por mim e minha filha, porque pode chegar a hora. Eu tô com medo”A jovem TAS, de 19 anos, grávida de seis meses entrou em contato com a nossa redação para rebater as acusações vindas da sua ex-sogra e do ex-namorado. Ela foi acusada de ter sido a mandante de um incêndio criminoso que destruiu um veículo e queimou parte de uma residência na Rua José de Paula Latanzio, Parque Primavera, durante a madrugada da última quarta-feira.

Na ocasião a proprietária da casa afirmou à nossa reportagem que suspeitava que familiares da jovem teriam colocado fogo na sua residência que é alugada. Tudo porque a garota estava grávida do seu filho de 23 anos e estaria acontecendo uma série de problemas entre eles.

O caso ganhou repercussão e diversos internautas se colocaram contra e a favor da jovem que está grávida de seis meses e espera uma menina.

Nesta quinta-feira ela entrou contato com a nossa redação para esclarecer o que tinha ocorrido e o drama que vem vivendo com o ex-namorado.

Quanto ao incêndio, onde familiares dela foram acusados pelo crime, a jovem negou e disse que os irmãos dormiam no horário em que o sinistro aconteceu. Ela disse ainda que neste período dois homens chegaram a entrar em sua casa a pedido do ex-namorado para tentar matar ela e a criança que está por vir ao mundo.

Segundo T., o ex já tentou tirar a vida dela por três vezes, inclusive tentando atropelá-la com o carro. Ela já teve alguns inícios de aborto espontâneo devido ao sofrimento que vem passando.

Após o incêndio, a jovem disse que continua recebendo ameaças: “Ele mesmo ligou aqui e falou que a partir de agora não vai ser mais jogado carros em cima e que ele vai fazer comigo e botar fogo em mim. Em mim e na minha família”.

Quanto ao rapaz assumir a criança, a moça declarou que ele não tem interesse. “Ele não quer a criança de forma alguma. Ele disse que não é nem questão de dinheiro, e sim que o sangue dele está rolando”.

Ela relata o medo que vem sentido: “Eu temo mais por mim e minha filha, porque pode chegar a hora. Eu tô com medo”.

Emocionada, a jovem encerra a entrevista mandando um recado aos internautas: “Eu queria que todos vocês que estão me prejudicando, falando de mim e do meu filho, queria que ficasse bem claro agora: vocês estão julgando uma criança, que nem no mundo veio, uma criança que está sendo machucada desde quando está aqui na minha barriga. Vocês todos não vão pagar pra mim, vocês vão pagar para Deus, porque o que estão fazendo comigo não se faz com ninguém”.

Segundo a garota, existem quatro boletins de ocorrência contra o ex-namorado que deve ser intimado em breve para prestar esclarecimentos. Temendo represálias, ela pretende se mudar para a casa do irmão que mora em outra cidade.

Notícias relacionadas

Veículo é destruído por incêndio criminoso no Parque Primavera
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias