Menu
quinta, 24 de junho de 2021
Polícia

Homem que participou do latrocínio de Cidinha Ratti é condenado em mais um crime

27 Abr 2015 - 19h08
Turcarelli responderá por mais um crime. - Turcarelli responderá por mais um crime. -

Foi condenado a cinco anos e 10 meses de prisão Jefferson Turcarelli, o Jé, um dos participantes do latrocinio que terminou com a morte da comerciante Aparecida Ratti, em 11 de março de 2012, no Jardim Cruzeiro do Sul. O juri ocorreu nesta segunda-feira (27), no fórum criminal de São Carlos.

Turcarelli já cumpre pena de 20 anos pelo latrocínio e hoje foi condenado por tentar matar a tiros Gilvan Silva Brito, em maio de 2012, no Jardim Gonzaga. Ele foi até a casa da vítima juntamente com Erivaldo José da Silva, o Galego, que também teve participação da morte de Terezinha e foi morto em confronto com a Polícia Militar  no dia 8 de junho também no Jardim Gonzaga.

Gilvan que sobreviveu aos tiros, disse que estava caminhando quando dois homens em uma moto Honda NX Falcon azul se aproximaram. Um dos ocupantes o chamou pelo nome e efetuou um disparo atingindo um de seus braços.

A vítima conseguiu fugir e entrou em uma casa, nas proximidades.  Ele foi perseguido Turcarelli que ao adentrar no imóvel efetuou mais quatro disparos contra o servente que acabou sendo atingido no braço, pescoço e tórax

Turcarelli, que já cumpre pena pelo latrocínio, agora deverá permanecer mais cinco anos preso por tentar matar Gilvan.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias