terça, 28 de maio de 2024
Polícia

Dolarinha cumpre pena socioeducativa na Fundação Casa

09 Set 2015 - 14h50
Alisson Dolara Júnior, foi preso após investigação da DIG. - Alisson Dolara Júnior, foi preso após investigação da DIG. -

Já está recolhido e deverá cumprir medidas socioeducativa na unidade de São Carlos da Fundação Centro de Atendimento Socioeducativo ao Adolescente (CASA), o desempregado Alisson Dolara Júnior, 18, o “Dolarinha”, que na madrugada do dia 31 de janeiro deste ano, na companhia de outro adolescente atirou por várias vezes contra o jovem Wesley Bruno da Silva Penha, 23, o “Ley”, defronte a uma boate, no jardim Maracanã.

Dolarinha é o típico caso discutido pela Câmara dos Deputados, Senadores e especialistas que são totalmente contra a redução da maioridade penal no país, onde um adolescente ao cometer um determinado ato infracional entre 16 e 18 anos responderia pelo crime tipificado no Código Penal Brasileiro (CPB) e não na Lei 8.060 - Estatuto da Criança e Adolescente (ECA) que determina o cumprimento de medidas socioeducativas para adolescentes infratores.

No caso de Dolara, ao cometer o ato infracional de homicídio ele deverá passar por um processo de reeducação e no máximo ficará preso até os 21 anos na Fundação CASA. Ao deixar este sistema ele será um cidadão primário sem ter cometido qualquer crime grave. Se respondesse pelo seu ato criminoso na suposta nova lei, ele estaria concorrendo a uma pena entre 12 a 30 anos de reclusão.

Leia Também

Últimas Notícias