Menu
terça, 28 de setembro de 2021
Polícia

Assassinato do professor Milton Sonoda completa um ano

18 Mai 2017 - 13h36
Professor Milton Sonoda, morto em 2016. - Professor Milton Sonoda, morto em 2016. -

Nesta quinta-feira (18) completa um ano da morte do professor universitário Milton Taidi Sonoda, de 39 anos. O corpo dele foi encontrado dentro do seu Chevrolet Agile que foi incendiado na região da fábrica de motores, na rodovia SP-215. Ao lado havia uma cova rasa onde seria enterrado.

Após investigar o caso, a Delegacia de Investigações Gerais (DIG) esclareceu o crime e descobriu que a autora do crime foi a mulher do professor, a advogada Milene Estácio da Silva e a filha dela, uma adolescente de 17 anos.

Os investigadores tiveram acessos em conversas de Whatsapp entre Milene a filha que mostram ambas tramando a morte de Milton.

A advogada está presa no presídio de Santana na capital paulista e a adolescente cumpre medida socioeducativa na Fundação Casa de Cerqueira Cesar.

Os dois filhos de Milton estão sob os cuidados de parentes.

Na época o macabro crime chocou a cidade de São Carlos. 

A advogada Milene Estácio da Silva e a filha foram as autoras do crime.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias