Menu
terça, 22 de setembro de 2020
Homicídio no Monte Carlo

Acusado de matar "fiote" será julgado nesta segunda-feira

11 Jun 2018 - 13h27Por Redação São Carlos Agora
Acusado de matar "fiote" será julgado nesta segunda-feira - Crédito: Luis Ricardo Batista será julgado nesta segunda-feira. (foto divulgação) Crédito: Luis Ricardo Batista será julgado nesta segunda-feira. (foto divulgação)

Será julgado na tarde desta segunda-feira (11) Luis Ricardo Batista, acusado de matar a tiros o jovem Helton Ricardo de Lara, o “Fiote”. O crime aconteceu em março de 2014, no bairro Monte Carlo.

Após o crime, a Delegacia de Investigações Gerais (DIG), sob o comando do delegado Gilberto de Aquino esclareceu o homicídio e identificou o acusado. O motivo do crime teria sido uma discussão entre o autor e a vítima dias antes do assassinato.

O CRIME

A DIG esclareceu o caso do jovem Helton Ricardo de Lara, na época com 24 anos, o “Fiote” que foi assassinado com vários tiros, em março, na rua Elias Zainun, no Monte Carlo, bairro da zona sul de São Carlos. 

Após um intenso trabalho de investigação, a equipe do delegado Gilberto de Aquino descobriu que Luis Ricardo Batista foi o autor do crime e o motivo seria uma discussão entre eles dias antes do homicídio.

Luis Ricardo ao saber que estava sendo procurado pela polícia se apresentou espontaneamente na presença de um advogado. Em seu depoimento ele afirmou que conheceu Helton quando passava por uma rua e o viu agredindo fisicamente um homem. Naquele momento tentou intervir para que “Fiote” não machucasse o rapaz. 

Desde então Luis Ricardo passou a ser ameaçado de morte e descobriu que em fevereiro Helton havia tentado matar a tiros um rapaz conhecido como “Laminha”. Depois desse fato, o acusado acabou o  encontrando novamente na rua e este reiterou as ameaças dizendo que ele seria o próximo a morrer.

Luis Ricardo disse que na noite do crime estava voltando para casa, acompanhado de um amigo, quando encontrou “Fiote” que novamente o ameaçou de morte. Temendo pela própria vida, o acusado foi até sua casa, pegou uma pistola calibre 9 milímetros que pertencia ao seu falecido pai e voltou sozinho para o local para tirar satisfação com a vítima. 

Luis Ricardo alega ter exibido a arma tentando intimidar a vítima, porém, “Fiote” foi para cima dele, motivo pelo qual efetuou vários disparos, afirmando não ter tido a intenção de matá-la. 

Após as buscas realizadas em sua casa, Luis Ricardo apresentou-se na DIG e entregou a arma de fogo utilizada no crime. 

Após realizar todos os procedimentos e esclarecer mais um homicídio, o delegado Gilberto de Aquino representou junto a Justiça o pedido de prisão preventiva de Luis Ricardo.

Policiais militares preservam a cena do crime.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias