Menu
domingo, 13 de junho de 2021
Polícia

2º DP investiga participação de servente em assaltos na zona sul

28 Mai 2015 - 09h45
Acusado que estava sendo procurado foi preso pela Força Tática. - Acusado que estava sendo procurado foi preso pela Força Tática. -

A equipe do delegado Walkmar da Silva Negré, do 2º Distrito Policial, concluiu os trabalhos sobre os crimes praticados pelo servente de pedreiro Anderson Antônio dos Santos, 32, que foi preso após assaltar uma estudante no início da noite do último sábado (23).

Anderson foi detido por policiais militares quando caminhava em atitude suspeita pela rua Alberto Martins, no Jardim Gonzaga.

Na segunda-feira a estudante de 15 anos, acompanhada da mãe esteve no 2º Distrito Policial onde informou que por diversas vezes teria visto um homem, moreno, careca, forte, usando cavanhaque no interior do ônibus que viajava e segundo ela sempre a observava. Já por volta das 18h30 de sábado, após desembarcar de um coletivo ela foi atacada pelo homem que a segurou pelo pescoço e disse: "entrega o celular mocinha". Ela ainda tentou escapar do assaltante dizendo que não tinha celular, porém o bandido enfiou a mão em seu shorts e retirou seu aparelho Sony Experia avaliado em R$ 2.500,00.

A menina ainda tentou evitar o roubo e segurou seu celular, quando o ladrão torceu seu braço arrancou o celular de suas mãos e fugiu em uma bicicleta vermelha com destino a região do Jardim Gonzaga.

Ela disse que correu para casa e comunicou seus familiares sobre o crime, que por volta das 21 horas a encaminharam ao plantão da Polícia Civil onde o delegado Marco Aurélio Gonçalves Costa que realizava a prisão de Anderson que tinha contra si um mandado de prisão preventiva decretado pela Justiça Criminal de Araraquara. A jovem reconheceu o homem como sendo o que tinha praticado o assalto horas antes.

Os policiais do 2º Distrito Policial apuraram que a prisão preventiva de Anderson era referente a uma tentativa de homicídio cometida na cidade de Araraquara, bem como apuraram que o ele já tinha passagens pelos crimes de roubo a mão armada, vários furtos e receptação de produtos roubados e furtados.

O delegado Walkmar da Silva Negré disse que mesmo preso em Araraquara, Anderson segue sendo investigado e há indícios que ele teria praticado outros assaltos na região sul de São Carlos, pois as características do assaltante em alguns crimes seriam dele.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias