domingo, 23 de junho de 2024
Coronavírus

São Carlos recebe doses da vacina Spikevax contra a Covid-19

24 Mai 2024 - 18h17Por Da redação
Spikevax - Spikevax -

O Departamento de Vigilância em Saúde informa que o município recebeu nesta sexta-feira (24), 3.015 doses da vacina Spikevax monovalente contra COVID-19. Já na segunda-feira (27), no período da manhã, acontecerá a distribuição às Unidades de Saúde (UBS's e USF's) para imunização do grupo prioritário que abrange pessoas com 60 anos ou mais; gestantes e puérperas, pessoas que vivem em instituições de longa permanência; pessoas imunocomprometidas; pessoas em situação de rua, trabalhadores da saúde; pessoas com deficiência permanente; pessoas com comorbidades; pessoas privadas de liberdade; adolescentes cumprindo medidas socioeducativas; funcionários do sistema de privação de liberdade; ribeirinhos; quilombolas e indígenas.

O imunizante foi atualizado devido à necessidade de proteção para as novas variantes da doença. A vacina monovalente do laboratório Moderna traz a subvariante ômicron XBB 1.5, para a utilização em todas as faixas etárias acima de seis meses.

A subvariante XBB 1.5 possui mais de quarenta mutações em comparação ao vírus original. Por isso, a vacina COVID monovalente atualizada está indicada, em razão desse cenário de novas variantes.
“Nosso objetivo é completar o esquema vacinal das crianças de 6 meses a 4 anos de idade e atualizar a proteção para os grupos prioritários”, afirmou a secretária municipal de Saúde, Jôra Porfírio. 

Mesmo com esquema completo e doses de reforço, desde que a última dose tenha sido administrada há mais de três meses, a população acima de 5 anos dos grupos prioritários deve buscar uma unidade de saúde para realizar essa atualização.

Crianças de 6 meses a 4 anos receberão uma ou duas vacinas, a depender do esquema vacinal anterior, obedecendo o intervalo recomendado pelo Ministério da Saúde. Por isso, para esse grupo de crianças, recomenda-se comparecer à unidade de saúde para a avaliação do profissional da sala de vacina.

Os imunizantes podem ser administrados simultaneamente ou a qualquer momento antes ou depois de outras vacinas para adultos, adolescentes e crianças. “A única vacina que precisa de um intervalo para ser administrada depois que a pessoa receber a dose de imunizante contra a COVID-19 é a da dengue, que precisa de um intervalo de 24 horas, porém São Carlos não recebeu o imunizante contra a dengue, mas se alguém recebeu a vacina na rede particular precisa obedecer esse intervalo", explica Denise Martins, diretora de Vigilância em Saúde.
A imunização, neste momento, acontecerá mediante disponibilidade de estoques da vacina atualizada.
Medidas para reduzir os riscos, como a vacinação, são de extrema importância. “As vacinas da COVID-19 evitaram muitas mortes e internações desde a sua introdução e continuam efetivas contra as formas graves da doença. O esquema vacinal completo, incluindo as doses de reforço, é essencial para que se possa dar continuidade às ações de prevenção”, lembra a diretora.

Desde o início deste ano a imunização contra a COVID-19 foi incluída no calendário vacinal das crianças menores de cinco anos e na estratégia de vacinação anual para os grupos prioritários.
O foco é imunizar os grupos prioritários contra a versão mais atualizada da COVID-19.

Leia Também

Últimas Notícias