Menu
domingo, 07 de março de 2021
Cidade

São Carlos é uma das únicas cidades do interior de São Paulo onde a profissão de mototáxi não é regulamentada

25 Jun 2012 - 09h41
Algumas cidades que regulamentaram o serviço, adotram uma cor padrão para as motocicletas. (Imagem da Internet) - Algumas cidades que regulamentaram o serviço, adotram uma cor padrão para as motocicletas. (Imagem da Internet) -

O serviço de mototáxi foi regulamentado no Brasil em 2009, pelo então presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, que sancionou a Lei 12.009/2009, que regulariza e cria normas para o exercício desta profissão, porém, para o serviço ser liberado é preciso que haja uma uma lei municipal.

Mesmo após a regulamentação, algumas cidades ainda não autorizaram o serviço em seus domínios, como é o caso de São Carlos, uma cidade com 220 mil habitantes, que possui, além dos táxis, apenas uma empresa de ônibus que realiza o transporte de passageiros.

Cidades vizinhas, como Araraquara, com 210 mil habitantes, Ibaté com 30 mil, Rio Claro, com 190 mil, Leme, Araras, Porto Ferreira, Matão, entre outras, já possuem a regulamentação e  regras que permitem o serviço.

Após receber algumas solicitações de pessoas questionando a respeito da não regularização do serviço em São Carlos, nossa redação entrou em contato com a assessoria de imprensa da Prefeitura para obter mais detalhes sobre o assunto.

Fomos informados que para a regulamentação é necessária a aprovação de um projeto pela Câmara Municipal, para só então, depois de aprovado, ser autorizado pela secretária responsável.

Em entrevista com o vereador Equimarcílias de Souza Freire, Presidente da Comissão de Urbanização, Transporte e Trânsito da Câmara Municipal, fomos informados que São Carlos possui uma lei municipal de autoria do vereador Azuaite França (PPS) que proíbe o serviço de moto-táxi na cidade.  Entendia o vereador na época que a moto não é meio de transporte de passageiro, comentou Freire.

Moto-táxi com colete, item obrigatória em várias cidades brasileiras. (Imagem da Internet)Freire reconhece que a moto hoje é muito versátil, principalmente para os moto-boys com os serviços de entregas, e que é o momento de fazer uma revisão na lei. Porém, antes de qualquer decisão é preciso ouvir a população, e quem utiliza o transporte.

"Creio que é o momento de revermos a lei, mas antes de tudo precisamos ver a opinião do povo. Vou sugerir ao presidente que abra uma consulta pública no futuro, para que ouça a população, para saber o que o povo pretende, que a gente revogue a lei e crie outra regulamentando ou se preferem que fique como está", afirmou Freire.

Sobre o questionamento da regularização do serviço, o parlamentar enfatizou alguns pontos que devem ser analisados, entre eles o grande aumento na frota de veículos e o número de acidentes envolvendo motocicletas.

"A nossa preocupação é quanto aos acidentes com motocicleta, por causa do aumento na frota de veículos. Vemos muitas pessoas perdendo suas vidas, e a preservação da vida é o mais importante", enfatizou o parlamentar.

Outro ponto citado é o aumento no número de assaltos onde duas pessoas utilizam de uma motocicleta para praticarem seus atos criminosos e fugirem com mais facilidade. "Em São Paulo, por exemplo, é proibido duas pessoas em uma motocicleta", comentou Freire.

Freire ainda coloca uma outra barreira para a regulamentação, que é uma concorrência ganha pela Athenas Paulista, que lhe assegura o direito ao transporte de passageiros em São Carlos.

"Temos uma concorrência feita e ganha pela Athenas. Os direitos do transporte de pessoas, depois dos taxis e dos veículos, são da Athenas, ela comprou e pagou pela concessão, a preço de ouro na época. Então dentro do prazo que a empresa tem a concorrência em vigor, a gente precisa ver se pode alterar alguma coisa".

Freire finalizou enfatizando que o momento é de reflexão, de estudo, e de ouvir a população. "Acho que agora é um momento de reflexão, precisamos rever a lei, ouvir a população e fazer o que é melhor para a cidade".

População

O São Carlos Agora quer saber sua opinião. Você é a favor ou contra a regulamentação do serviço de moto-táxi em São Carlos? E por quê?- Dê a sua opinião através da sessão de comentários.

Trânsito na Avenida Tancredo de Almeida Neves em São Carlos (Foto: Tiago da Mata / SCA)

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias