Menu
segunda, 29 de novembro de 2021
Brasil

O que é inteligência artificial e por que tem se falado tanto?

Tecnologia permite usar dados para tomada de decisões com mais velocidade

23 Nov 2021 - 15h00
Imagem de geralt em Pixabay - Imagem de geralt em Pixabay -

Quem ouve falar a expressão “inteligência artificial” até pode pensar que se trata de algo futurista e/ou que irá substituir os humanos, afinal, a inteligência natural seria a das pessoas. No entanto, essa tecnologia é algo que já existe e que está sendo ampliada para vários cenários, incluindo o atendimento ao público e a produção de cosméticos.

Na prática, a inteligência artificial (IA) é um ramo da ciência que simula as decisões humanas por meio de uma máquina. Ou seja, os profissionais programam sistemas para que estes interajam com as pessoas. Há diversas vantagens de se adotar isso, como será visto a seguir!

O que é e para que serve a inteligência artificial?

De forma resumida, pode-se dizer que a inteligência artificial consiste em sistemas que imitam a habilidade de raciocínio dos humanos. A vantagem nesse caso está na velocidade.

As máquinas podem processar um grande volume de dados e com rapidez. Além disso, elas não são instáveis como as pessoas, que possuem sentimentos e outras questões. Os seres humanos, por exemplo, podem agir de determinada maneira dependendo do que estão vivendo no momento. Isso não ocorre com os sistemas tecnológicos cuja tomada de decisões é limitada ao que foi programado.

O interessante é que a inteligência artificial pode ser usada para várias funcionalidades, como: configurar um robô para conversar com os usuários do site, traçar recomendações para o público de um site e fornecer dados para as empresas.

Ao contrário do que muitos dizem, a IA não chega para substituir os humanos. Até porque, é necessário que haja profissionais por trás para que ela funcione. Trata-se de mais uma ferramenta para impulsionar o mercado, assim como um computador ou um celular.

Como as empresas estão usando a IA?

A inteligência artificial pode ser encontrada em diversos segmentos e empresas. A Vale é um dos exemplos de companhia que está utilizando a IA. Este ano, por exemplo, a mineradora anunciou que irá usar uma ferramenta, juntamente com a Microsoft e a Imazon, para monitorar e evitar o desmatamento na Amazônia. Além disso, a empresa está começando a usar caminhões autônomos nas minas, o que envolve inteligência artificial para a tomada de decisões do veículo.

Outro exemplo de uso de IA é no desenvolvimento de cosméticos. De acordo com esta revista da Eudora, a linha Siège Hair-Plastia foi criada com a tecnologia. Esses produtos possuem bio-hialurônico, hidratação e tridimensional, o que garante tratamento profundo para o cabelo. A inteligência artificial foi usada para mapear as conversas públicas de mais de 600 mil pessoas e, a partir disso, se descobriu quais eram as principais preocupações dos consumidores. Ou seja, os sistemas não atuam apenas na soluções, mas ainda na descoberta dos problemas que precisam ser resolvidos.

Os drones, que estão mais populares, também têm usado inteligência artificial. Dessa forma, a máquina é a responsável por pilotar o equipamento, otimizando o tempo e permitindo que os profissionais se dediquem a outras atividades.

Como se percebe, a inteligência artificial pode ser aplicada tanto para mapear a audiência e, assim, encontrar novas oportunidades quanto para garantir mais produtividade, em atividades que precisariam ser realizadas por humanos. Diversos setores e empresas já entenderam o quanto esse tipo de tecnologia pode ser útil e, por isso, a tendência é que o uso de IA só aumente.

Leia Também

Últimas Notícias