Menu
terça, 16 de outubro de 2018
Polícia

Polícia investiga integrantes de quadrilhas de caranguejeiros que furtaram veículos em São Carlos e Ibaté

30 Set 2014 - 14h04
0 - 0 -

A Polícia Civil de Araraquara e Itirapina investigam seis pessoas que acabaram sendo flagradas na semana passada em posse de veículos que teriam sido furtados nas cidades de São Carlos e Ibaté. Um desempregado preso em uma chácara na represa do Broa teria confessado que estaria trabalhando para uma quadrilha que estaria na região realizando furtos de veículos para repor peças em desmanches clandestinos instalados em cidades da região de Campinas. Já em Araraquara dois casais e um adolescente foram flagrados depenando um carro de Ibaté, o qual após ter equipamentos de som e outras peças retirados seria levado para outra parte da quadrilha que desmancharia o veículo para revender as peças em comércios automotivos clandestinos.

BROA

O primeiro a ser preso foi o desempregado J.J.S.J., 20, que reside na região sul de São Carlos. Por volta das 6h30 da manhã do último dia 24 ele foi detido no interior de uma chácara instalada no Balneário Santo Antônio, na represa do Broa, em Itirapina. Na frente da casa os PMs encontraram um Fox, 2012, prata, com placas de Jundiaí, que pertence a uma aposentada de São Carlos que teve o veículo levado na madrugada do dia 18 por caranguejeiros no bairro Estância Suíça. Os policiais apuraram que a chácara estaria sendo usada por uma quadrilha especializada em roubos e furtos de veículos nas regiões de São Carlos, Araraquara e Rio Claro. Eles estariam usando a propriedade para desmontar veículos que tinham suas peças encaminhadas para empresa de desmanches clandestinos montados na área rural das cidades de Sumaré e Hortolândia. Ao ser indagado, o são-carlense teria confessado que tinha a incumbência de olhar a chácara e não saberia informar sobre nomes e endereços de outros integrantes do crime organizado ligados a furtos e roubos de veículos. O acusado foi encaminhado com o veículo para a Delegacia de Polícia Civil de Itirapina, onde deu informações sobre o bando e sobre alguns veículos que passaram pela chácara e negou ter sido a pessoa que furtou o Fox em São Carlos. Após ser ouvido ele acabou liberado.

ARARAQUARA

Já na madrugada do dia 25, por volta das 3 horas, após uma denuncia anônima policiais militares estiveram em uma moradia da rua Luis Rodrigues, no Jardim São Rafael, em Araraquara, onde flagraram uma quadrilha formada por dois homens, duas mulheres e um adolescente de 17 desmontando as rodas liga leve e equipamentos de som de um Gol, 88, vermelho, com placas de São Carlos. Ao ser detidos e identificados os mecânicos de automóveis K.C.P.F., 19, A.L.M.B., 35, além da operária R.A.P.G., 29, a dona de casa M.C.C.S., 20 e o adolescente de 17 anos, confessaram que teriam atacado uma oficina mecânica localizada na rua Pará, no Jardim Popular em Ibaté de onde furtaram além do veículo, um medidor de bateria e um macaco (tipo jacaré).

Os policiais descobriram ainda que as rodas de liga leve e aparelhagem de som seriam instalados em um Gol, 2006, prata, com placas de Gandu-BA que pertenceria a uma das mulheres e o Gol com placas de São Carlos, furtado na cidade de Ibaté seria repassado a outra pessoa que deveria desmanchar o carro e vender suas peças em outro comércio clandestino.

Diante da confissão e do flagrante realizado pela Polícia Militar o bando foi encaminhado ao Plantão da Polícia Civil, onde o delegado Ricardo Farah autuou os dois casais pelo furto de veículo qualificado, bem como um dos homens e uma das mulheres acabaram também sendo autuados em flagrante pelo crime de corrupção de menores.

CARANGUEJEIROS

Os ladrões de carros conhecidos caranguejeiros furtam ou roubam os veículos que são escondidos em um local seguro do bando para despistar policiais. Outra parte da quadrilha apanha o veículo encomendado e o transfere para outro ponto indicado pelos "chefões" que nunca aparecem. Outros carros em excelentes condições são "esquentados" com documentos falsos e revendidos novamente como se fossem legais.

MAIS VISADOS

Segundo os levantamentos o veículo mais visado pelos "caranguejeiros" é o Gol. Já na segunda colocação está o Corsa. Na sequência estão o Uno, Pálio e Celta, porém outros veículos também estão sendo levados para sustentar o crime organizado. Ao longo dos oito meses deste ano os bandidos levaram uma média de 48 veículos por mês, totalizando 391 crimes de furtos e roubos de veículos. A polícia recuperou em média 26,7 veículos ao mês, perfazendo um total de 214 veículos localizados nas ações das Polícias Civil e Militar.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias