Menu
sexta, 26 de fevereiro de 2021
Polícia

DIG pede a prisão de acusados de participar da morte de homem no Aracy

29 Jan 2013 - 19h46
Edmundo Ferreira Gomes, delegado titular da DIG São Carlos. (Foto: Tiago da Mata / SCA). - Edmundo Ferreira Gomes, delegado titular da DIG São Carlos. (Foto: Tiago da Mata / SCA). -

Em menos de três dias a Delegacia de Investigações Gerais (DIG) esclareceu o segundo homicídio ocorrido em São Carlos.  O corpo de Procopio Gerson Vaz, de 42 anos, foi encontrado na manhã do último sábado (26) em um matagal no bairro Cidade Aracy.

Após um trabalho de investigação, a Polícia Civil identificou os três acusados de participação no crime e já pediu as prisões preventivas. Dos três, Ricardo Luís Celestino,31, e Denny de Souza Kovalsky, 25, já estão em poder da Polícia. O terceiro acusado, Sérgio Henrique dos Santos, de 30 anos, mais conhecido como "Paulista", está foragido. Ele tem passagem por três homicídios, inclusive o de José Alexandre Oliveira Santos, encontrado enrolado em um tapete no Aracy, há um ano.

Entenda o caso 

Ricardo durante a reconstituição do crime.De acordo com o apurado pela Polícia, a vítima morava em um quarto no antigo barracão de reciclagem no Cidade Aracy, hoje abandonado, onde também morava uma mulher. O local era frequentado periodicamente por outras pessoas para o uso de drogas e bebidas alcoólicas.

Segundo o delegado, Ricardo contou à polícia que sempre que se reuniu no local e Procopio ficava alterado por causa do uso de drogas e mexia com sua namorada. No dia anterior, movido pelo ciúmes, ele e a vítima chegaram a brigar, ato esse que se deu também no dia do crime.

Na noite de sexta-feira (25), após brigarem novamente, a vítima foi para seu quarto. Depois de algum tempo Denny e Paulista chegaram ao local e após ouvirem o ocorrido, os três entraram no quarto da vítima e o agrediram com socos e pauladas.

"Ele contou que depois de agredirem a vítima eles o deixaram agonizando no quarto. Pela manhã, após três ou quatro horas da agressão, ao entrarem no quarto encontraram Procopio morto", contou o delegado.

Após o crime, eles arrastaram o corpo até a mata, cerca de 300 metros do local, onde jogaram o corpo.

Reconstituição

Na manhã de hoje, a polícia voltou ao local junto com um dos acusados para fazer a reconstituição do crime. Manchas de sangue foram encontradas no quarto e no trajeto do barracão até a mata, onde o corpo foi encontrado.

Foragido

Dos três que participaram do crime, dois já estão presos e Sérgio Henrique dos Santos, de 30 anos, mais conhecido como "Paulista", está foragido.

Sérgio Henrique dos Santos "Paulista" está foragido. (Foto: Reprodução)

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias