Menu
segunda, 19 de abril de 2021
Durante os Jogos Abertos

Acusado de pedofilia, funcionário público é preso em flagrante em São Carlos

23 Nov 2018 - 08h29Por Redação
Acusado de pedofilia, funcionário público é preso em flagrante em São Carlos - Crédito: Colabo/SCA Crédito: Colabo/SCA

Os Jogos Abertos do Interior que acontecem em São Carlos foram manchados por uma prisão em flagrante ocorrida nesta quinta-feira, 22, quando um funcionário público municipal foi acusado de pedofilia. O fato aconteceu na Escola Estadual Bispo Dom Gastão, na Vila Prado. Um integrante da delegação do Guarujá, de 51 anos, foi detido por policiais civis da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), capitaneados pelo delegado Gilberto de Aquino.

A operação desencadeada em todo o Brasil é denominada “Luz na Infância” e em São Carlos, Aquino recebeu informações de policiais do Guarujá que um suspeito estaria em São Carlos.

“Hoje (quinta-feira) eles foram até a casa do funcionário público e estava o filho que disse que o pai era o dono de um computador, mas estaria em São Carlos, auxiliando a delegação que disputa os Jogos Abertos”, disse ao São Carlos Agora.

Aquino informou que foi até a escola na Vila Prado e questionou o suspeito que confessou o crime de pedofilia. “Fomos até o quarto onde ele ficava e apreendemos o computador e um celular e constatamos que haviam imagens de pornografia infantil. Além disso havia conversas no Skype onde ele mantinha relações de sexo virtual com outras pessoas e encaminhava os mais diversos tipos de imagens”, disse o delegado. “Está sendo elaborado um relatório que será enviado hoje (sexta) para um juiz”, emendou, salientando que o funcionário público será autuado em flagrante por armazenar e transmitir imagens. “Não caberia fiança e a pena pode chegar até 10 anos”, esclareceu o delegado.

Aquino disse que o acusado é casado e pai de um homem de 30 anos que também deverá ser indiciado. Ele reside no Guarujá onde é responsável pela manutenção de um campo de futebol.

“Aqui em São Carlos fizemos um trabalho discreto e chegamos ao acusado. O inquérito será por aqui, mas terá desdobramentos no Guarujá, pois há crianças de 10 a 16 anos envolvidas e pelas imagens, são do litoral”, afirmou Aquino.

UM EM SÃO CARLOS

O delegado da DIG disse ainda que a operação Luz na Infância foi deflagrada em Brasília/DF e atingiu todo o país e tem como finalidade combater a pornografia infantil.

Ele disse que no dia 5 de novembro, em São Carlos, foi feita uma diligência em uma casa em São Carlos e um computador foi apreendido e após um trabalho detalhado da perícia da Polícia Técnica, foi constatado que haviam mais de 1,4 mil imagens e vídeos de crianças asiáticas e europeias em atos sexuais capturados de sites russos.

Um homem foi indiciado e se encontra em liberdade. Contudo, Aquino afirmou que está sob investigação e o fato será apurado, pois trata-se de registros criminosos relacionados a pedofilia.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias