quinta, 22 de fevereiro de 2024
Pet animais

Inaugurado posto permanente de vacinação de cães e gatos em São Carlos

No mesmo local funciona Base de Apoio ao Trabalho dos Agentes de Combate às Endemias

06 Fev 2024 - 07h55Por Da redação
Inaugurado posto permanente de vacinação de cães e gatos em São Carlos - Crédito: arquivo Crédito: arquivo

A Prefeitura de São Carlos inaugurou na manhã desta segunda-feira (05/02), dois novos importantes equipamentos públicos de vigilância em saúde. Os dispositivos são voltados ao apoio aos agentes de combate às endemias e à vacinação antirrábica de cães e gatos.

O secretário de Governo, Netto Donato, representando o prefeito Airton Garcia, juntamente com a secretária adjunta de Saúde, Luciana Caldeira e com os vereadores Lucão Fernandes e Laíde Simões entregaram oficialmente a Base de Apoio ao Trabalho dos Agentes de Combate às Endemias “Shirlei Rossato Pelarin Gonçalves” e o Posto Permanente de Vacinação Antirrábica de Cães e Gatos “Romeu Casale Filho”. A sede dos dois programas está localizada na Vila Deriggi, na avenida Dr. Carlos Botelho, nº 3.469, na Vila Deriggi.

Na base de apoio os agentes de combate às endêmicas poderão guardar seus pertences e executar atividades administrativas, como reuniões e produção de relatórios. Já no posto de vacinação permanente a população poderá levar os seus animais domésticos (cães e gatos) para receber a vacina contra a raiva, antes aplicada em campanhas anuais realizadas pelo Governo do Estado.

Denise Scatolini, chefe da Seção de Informação, Educação e Comunicação da Vigilância em Saúde e coordenadora do trabalho de combate às endemias, afirmou que a base é uma conquista dos trabalhadores. “É um espaço onde os agentes vão poder fazer as reuniões das equipes, treinamentos técnicos, um espaço para ser utilizado depois do trabalho em campo em dias de chuva, que pode ser utilizado para compilar os boletins e para dar resolução as demandas que surgem no dia a dia.  No momento existem 398 casos suspeitos da dengue, dos quais 130 já foram descartados, mas estamos com 39 casos positivos, sendo a maioria autóctones. Precisamos fortalecer o trabalho dos agentes para evitarmos uma disparada nos casos confirmados. Quem tiver qualquer sintoma, como febre, dor de cabeça, dor nas articulações, no corpo, deve procurar a unidade de saúde mais próxima da sua residência para atendimento médico”, disse Scatolini, lembrando que em janeiro foi realizado o índice de levantamento larvário. “O índice predial está em 2,6 indicando alerta. “Se as pessoas não fizerem a remoção dos criadouros teremos sérios problemas porque estamos atravessando um período em que a curva de incidência aumenta”.
Já a médica veterinária e supervisora da Unidade de Controle de Zoonoses e Endemias, Luciana Marchetti, falou como vai funcionar o Posto

Permanente de Vacinação Antirrábica de Cães e Gatos. “Atualmente recebemos vacinas contra a raiva animal em frascos de 25 doses e estas doses devem ser utilizadas em até três dias após abertura do frasco. Assim, visando o melhor aproveitamento do imunizante, sem desperdício de doses, a vacinação começará nesta terça-feira, dia 6 de fevereiro, e ocorrerá todas às terças e quintas-feiras, das 8h30 às 16h30. Inicialmente vamos fazer duas vezes por semana, podendo ser ampliado para mais dias, caso ocorra maior procura por parte da população. Para fazer o agendamento basta ligar no 3307-7405”, afirmou a veterinária.

Para a vereadora Laíde Simões, que destinou emenda parlamentar no valor de R$ 120 mil para instalação dos dois programas nessa unidade, esta é uma ação de saúde pública. “Agora o serviço voltou com um ponto fixo de vacinação, já que não temos mais as campanhas estaduais. Não tem mais desculpa, todos podem trazer seus cães e gatos para receber gratuitamente a vacina contra a raiva, deixando os animais imunizados. Graças a Deus a cidade entendeu a importância e a necessidade de fazer esse controle”, afirmou a vereadora parabenizando as equipes do Departamento de Vigilância em Saúde.

“A Deliberação nº 169/2021 definiu o Estado de São Paulo como área livre de raiva pela variante canina por mais de dez anos, então a estratégia de manter o posto permanente garante a possibilidade de imunização de animais que nunca receberam a vacina, bem como o reforço anual recomendado”, ressaltou Denise Martins, diretora do Departamento de Vigilância em Saúde.

O secretário de Governo, Netto Donato, lembrou que a saúde pública tem múltiplos setores. “Sempre lembramos das UPAS, das unidades básicas e de saúde da família, mas saúde pública envolve bem mais setores, como o de zoonoses e de combate às endemias. Portanto a valorização dos agentes, esses homens e mulheres que fazem a atividade de prevenção de casa em casa, de comércio em comércio, nos terrenos baldios, são guerreiros que estão na luta diária contra a dengue e outras arboviroses, sendo muito importantes para a administração do prefeito Airton Garcia e para todo o país”.
Netto falou, ainda, da causa animal. “Instalamos um Posto de Vacinação Permanente, não fazemos nada provisório, desenvolvemos ações que deixem um legado para São Carlos”, finalizou.

Também participaram da inauguração o secretário de Relações Legislativas e Institucionais, Mateus de Aquino, o secretário adjunto de Esportes e Cultura, Fernando Carvalho, o presidente do Conselho Municipal de Saúde, Lineu Navarro e os familiares de Shirlei Rossato Pelarin e de Romeu Casale Filho.

Leia Também

Últimas Notícias