terça, 23 de abril de 2024
Colunistas

Futebol Arte: O rebaixamento da Lusa e o fim da primeira fase dos principais estaduais!

09 Abr 2015 - 08h07
0 - 0 -

O  Campeonato Paulista e Carioca chegaram ao término de suas primeiras fases (ufa!). Tivemos outros estaduais rolando, Libertadores e por ai vai.

O grande destaque negativo foi o rebaixamento da Portuguesa para a Série A-2.

Eu ainda temo  que times como a Lusa e Guarani, por exemplo, se apequenem e até sumam do mapa (o que é difícil pois ainda tem torcida) e clubes como Audax, Red Bull e tantos outros que não tenham compromissos com relação a adeptos e em alguns casos com títulos, comecem a dominar o futebol brasileiro.

Quando criança, começando a acompanhar futebol, a Portuguesa era um time respeitado. Mesmo sendo de segundo escalão, o Rubro-Verde fazia boas campanhas como na final do Brasileiro de 96 quando foi vice-campeão perdendo no 'detalhe' a final contra o Grêmio e em 1998 quando foi garfado pelo árbitro na semifinal do Paulista diante do Corinthians. 

Era um clube respeitado. A situação degringolou quando em 2002 o clube do Canindé foi rebaixado para a Série B do Brasileiro (primeiro descenso que vi deles), junto com Botafogo e Palmeiras (descenso inédito de ambos), além do pobre Gama/DF.

Acumulou vários anos na Série B, tendo um acesso em 2007, mas voltando em 2008. Retornou à elite em 2012, onde se manteve até então polêmica campanha de 2013. Como todos recordam, a Lusa frequentou quase todo o campeonato a zona de rebaixamento e com a chegada de Guto Ferreira conseguiu uma reação se livrando do descenso. Mas após a polêmica do atacante Héverton, foi rebaixada no tapetão e desde então está virando um clube menor do que é.

Mesmo até hoje ninguém sabendo o que houve de fato em dezembro de 2013, todos tinham consciência do que iria ocorrer: Fluminense, time grande e estruturado, que havia caído mais por um acidente do que má administração, conseguiria dar a volta por cima e ter condições reais de brigar por títulos. Como é o que está ocorrendo.

Já a Portuguesa iria sofrer para voltar para A. Pois já é um time mediano, mais para pequeno que grande e que  sofre muitos problemas tanto dentro como fora de campo. Os paulistanos não tiveram paz interna para se reerguer. Fizeram uma campanha péssima na Série B e agora no Estadual.

Após a derrota para o São Paulo, o zagueiro Valdomiro, o mais antigo do elenco, lembrou feitos de volta por cima como o Corinthians em 2007 quando foi rebaixado e acabou campeão do Mundo. Eu torço para que tenha uma volta por cima na Lusa, mas a realidade é bem diferente do que a do Timão, por exemplo.

Campeonato Paulista: Enfim, terminou a modorrenta primeira fase do Campeonato Paulista. 15 rodadas com poucos atrativos e nenhuma surpresa dos quatro  grandes. Foram líderes de suas chaves sem nem serem ameaçados pelos rivais.  Jogos com públicos pequenos, campos horrorosos e baixo nível técnico. Ainda dizem que não devemos acabar com os estaduais e trocar por torneios regionais, por exemplo. É não devemos, eles mesmos estão morrendo. Não será necessário uma eutanásia.

Agora teremos, São Paulo x Red Bull, Palmeiras x Botafogo, Corinthians x Ponte Preta e Santos x XV de Piracicaba.

Jogos apenas de ida, tudo pode acontecer. Acredito que os Energéticos possam surpreender o Tricolor e o clube de Ribeirão Preto o Verdão (que ainda está achando o time ideal). Acho improvável a Macaca eliminar o Timão e o Nhô Quim derrotar o Alvinegro Praiano.

Cogita-se fazer um dos jogos dos grandes da capital no domingo às 11h (de Brasília), por conta dos protestos que irão ter em São Paulo a tarde contra o Governo Federal. Na boa, jogo às 11h da manhã é um retrocesso. Faz dois no sábado e um na segunda-feira, ou vice-versa. Ou a PM, que fez a solicitação, não consegue cuidar de duas torcidas no mesmo dia?

Campeonato Carioca:  A edição de 2015 será inesquecível. Não só pelos mesmo motivos dito do Paulista acima, mas pelas brigas de bastidores dos presidentes de Flamengo e Fluminense com a Ferj, os incontáveis pênaltis polêmicos dado a favor do Vasco (1 contra o Bonsucesso e mais 3 contra o Friburguense, onde ainda conseguiu perder o jogo), expulsão ridícula do Fred no Fla-Flu quando sofreu falta de Anderson Pico e lá na primeira rodada a torcida do Flamengo invadindo o estádio do Macaé e agredindo o goleiro Ricardo Berna e roubando pertences do local. Ufa! Quer mais?  Ainda teve o Barra Mansa que perdeu 15 pontos por escalação irregular de um jogador e acabou rebaixado. Tinha que ter algum tapetão!

Deu pena do Madureira, o pequeno que tentou se meter no G-4, mas aos 45 minutos da segunda etapa foi castigado com um gol contra e o Fluminense ficou com a vaga.

Ainda falando dos pequenos, dos 16 participantes, quatro times tiveram apenas UMA vitória em toda a etapa de classificação. Isso mostra o nivelamento por baixo da competição.

Agora com os quatro grandes na semifinal, espero que os seis clássicos sejam decididos apenas no campo!

Campeonato Mineiro: Com os dois grandes envolvidos na Libertadores, o estadual fica (ou deveria) em segundo plano. Nesta quarta-feira, o Cruzeiro fez com o Mineros-VEZ  uma partida muito boa, em duelo válido pela fase de grupos da Libertadores.. Mostrando entrosamento e com atuações destacadas de Mayke, Williams, De Arrascaeta (um grande achado da diretoria) e Leandro Damião que reencontrou seu bom futebol!

A Raposa enfrenta o Galo no domingo e na próxima terça-feira encara o Huracán, na Argentina, pela Libertadores. O clube Celeste até reclamou do pouco tempo de descanso. No entanto, se sou Marcelo Oliveira eu colocaria no final de semana diante do Alvinegro um time reserva e pouparia os titulares para o confronto pela competição sul-americana. Afinal, estadual o Cruzeiro tem um monte e todo ano disputa. Libertadores nem sempre e a última conquista foi em 1997.

O texto acima é de responsabilidade do colunista e não necessariamente expressa a opinião do portal São Carlos Agora.                                                   

http://media.saocarlosagora.com.br/uploads/top_cantarelli.jpg

 

Leia Também

Últimas Notícias