sexta, 19 de abril de 2024
Artigo Rui Sintra

“Dia da Comunidade Luso-Brasileira”

29 Mar 2024 - 07h34Por (*) Rui Sintra
“Dia da Comunidade Luso-Brasileira” -

No próximo dia 22 de abril comemoram-se duas datas importantes no Brasil - o “Dia da Comunidade Luso-Brasileira”, e a chegada dos portugueses ao Brasil, em 1500, uma aventura que fez parte do processo das grandes navegações Lusitanas.  Comemorar estas duas datas é algo importante, mas permitam-me destacar o “Dia da Comunidade Luso-Brasileira”, já que essa comemoração é uma oportunidade para refletir sobre uma história compartilhada, bem como para honrar aqueles que ajudaram a moldar a identidade e a cultura dos dois países e que tantas contribuições têm dado ao mundo, em diversos níveis. Do meu ponto de vista, celebrar o “Dia da Comunidade Luso-Brasileira” - que deveria ser comemorado todos os dias - fortalece os laços afetivos e diplomáticos entre Portugal e Brasil, sendo uma oportunidade para promover e intensificar o diálogo, a cooperação e o entendimento mútuo entre as duas nações, reforçando assim as relações bilaterais em diversas frentes, incluindo os aspectos político, econômico e cultural. Decidiu o Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo (CCLB) comemorar essas duas datas, simultaneamente, no próximo dia 21 de abril, homenageando individualidades que, “em função das suas contribuições junto da comunidade e no desenvolvimento das relações entre Portugal e Brasil”, se destacaram recentemente entre as demais. Foi com absoluta surpresa que tomei conhecimento que entre as diversas e distintas personalidades, meu nome figurava como indicado pela CCLB - por unanimidade de seus membros diretivos - para receber essa distinção, algo que me deixou muito honrado. Contudo, entendo que o humilde trabalho que realizei - e continuo a realizar - em prol dos interesses da comunidade luso-brasileira radicada no Estado de São Paulo e, em particular, na cidade de São Carlos, não pode - nem deve - configurar uma ação individual, mas sim o resultado de vontades e do trabalho executado por toda essa mesma comunidade. E, dessa forma, eu e muitos outros portugueses natos e cidadãos luso-brasileiros, continuaremos a defender, a tentar preservar e difundir a história da presença portuguesa na cidade de São Carlos - que remonta aos primórdios do Século XVIII -, obviamente enaltecendo sempre a figura da família Arruda Botelho, brasileira, mas de origem portuguesa, que viria a ter um papel fundamental na fundação da cidade de São Carlos por intermédio de uma de suas mais nobres figuras: Antônio Carlos de Arruda Botelho, o “Conde de Pinhal”(século XIX). A história e o legado da comunidade luso-brasileira em São Carlos sempre me motivaram a defendê-la e divulgá-la, mesmo em momentos passados recentes - uns de crise e outros de algumas incompreensões. A toda a diretoria do Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo (CCLB), dignamente liderada pelo seu atual Presidente, Sr. Antero José Pereira, agradeço publicamente a indicação de meu nome como homenageado nas comemorações do “Dia da Comunidade Portuguesa”, sendo ela uma bálsamo para que eu e todos possamos continuar a contribuir com tudo o que estiver ao nosso alcance em prol dessa mesma comunidade, a qual tenho a honra de pertencer. A todos os meus leitores desejo uma Feliz Páscoa!

O autor é jornalista profissional/correspondente para a Europa pela GNS Press Association / EUCJ - European Chamber of Journalists/European News Agency) - MTB 66181/SP.

Esta coluna é uma peça de opinião e não necessariamente reflete a opinião do São Carlos Agora sobre o assunto.

Leia Também

Últimas Notícias