quinta, 22 de fevereiro de 2024
Colunistas

Artigo Tati Zanon: O melhor país do mundo

25 Mai 2017 - 05h05Por (*) Tati Zanon
Foto: Divulgação - Foto: Divulgação -

Você sabia que vive no país mais lindo que existe, querido leitor? Sempre que ouvi essa frase, especialmente de meu pai, nunca concordei. "Como vivemos no melhor país do mundo, papa? Aqui só há roubo e corrupção, temos bandidos que nos governam, não temos retorno de nenhum dos pesados impostos que pagamos, os serviços são péssimos, as pessoas, cotidianamente, usam o 'jeitinho brasileiro' para tirar vantagem do próximo! Como você pode dizer que esse é o melhor país do mundo?".

Ah, a imaturidade, como pode nos dar rasteiras... Entender que vivemos no melhor país do mundo é como os ensinamentos de nossos pais: só compreendemos depois de muitos anos. Não sei quanto a você, querido leitor, mas, para mim, entender e, mais do que isso, concordar que vivemos no melhor país do mundo demorou um bom tempo. Como me "convenci" disso?

Comecemos pelo óbvio: temos no Brasil as paisagens mais lindas que existem! Nossas praias deixam "no chinelo" qualquer praia do planeta (inclusive as do Caribe). Nossa culinária é sensacional! Temos aqui cozinheiros de primeira categoria, e pratos típicos maravilhosos- e copiados lá fora pela gastronomia mais fina que possa existir. Nosso solo é fértil, e temos alimentos de todos os tipos o ano inteiro. Como dizem por aí, "cuspiu no chão, algo brota".

Somos "donos" da maior reserva de água doce do mundo, e o clima por aqui é sensacional! As estações do ano são brandas conosco. Não passamos muito frio e, normalmente, não muito calor. Aqui não há terremotos, tsunamis, vulcões. A natureza premia nossas ruas e calçadas com árvores tão belas que dá vontade de emoldurar!

Atentados (terroristas ou não) raramente temos por aqui. Temos paz- apesar de viver em constante guerra com nossos administradores, e sermos tapeados por eles. Tombamos e logo mais levantamos, de cabeça erguida e sempre com fé de que "amanhã vai ser outro dia".

O povo brasileiro, além de criativo, é original, é amistoso, é animado, é festeiro, é amoroso, é solidário. A alegria do samba que carregamos no pé se espalha pelo corpo todo! Mas nosso otimismo é o grande destaque. Somos um povo feliz, e carregamos sempre o sorriso no rosto, mesmo quando a situação não nos é favorável. Acolhemos com amor e carinho qualquer cidadão de fora do país, e sempre nos esforçamos ao máximo para que eles se sintam em casa.

Sei que é muito difícil ter fé em nosso país nesse momento. Os últimos dias vieram como socos em nosso peito honesto e trabalhador. Mas dias melhores virão, e precisamos colocar em prática nossas maiores virtudes para defender, com nossa coragem peculiar, o país que Deus nos deu de prêmio.

Há alguns dias, li um texto na Internet, que se diz ser de autoria do juiz Sérgio Moro. Não sei se isso é verídico, mas a mensagem é muito bonita para ser ignorada. Finalizo meu artigo com ela, sempre com esperança de que ela desperte, em cada um que lê-la, o amor, a fé, o carinho, a solidariedade e o otimismo que somente nós, brasileiros, temos de sobra.

"Para cada pessoa dizendo que tudo vai piorar, existem 100 casais planejando ter filhos. Para cada corrupto, existem oito mil doadores de sangue. Enquanto alguns destroem o meio ambiente, 98% das latinhas de alumínio são recicladas no Brasil.

Na Internet, a palavra 'amor' tem mais resultados do que a palavra 'medo'. Para cada muro que existe no mundo, colocam-se 200 mil tapetes escritos 'Seja bem vindo!'.

Enquanto um cientista desenha uma nova arma, há um milhão de mães fazendo bolo de chocolate.

Existem razões para acreditar. Os bons são a maioria. Eu acredito na força do bem! Vibrem o bem, e somente o BEM" (Sérgio Moro, 1997, blog "Família Moro")

E você, querido leitor, o que mais ama em nosso país? Conte pra mim aqui nos comentários ou em minha página no Facebook. Vamos espalhar mensagens positivas!

http://media.saocarlosagora.com.br/_versions_/uploads/blocotatipopopopop_b620.jpg

Leia Também

Últimas Notícias