domingo, 23 de junho de 2024
Brasil

Tecnologia a favor da Sustentabilidade

12 Nov 2022 - 11h36Por DC Digital
mulher trabalhando em projetos ambientais_23 2148829266 - mulher trabalhando em projetos ambientais_23 2148829266 -

Há muito tempo o celular deixou de ser um aparelho eletrônico apenas para comunicação verbal. Já foi integrado à internet e agora é caminho para comandos que facilitam o dia a dia das pessoas.

E cada vez mais a tecnologia está presente na rotina, seja no trabalho, no lazer ou em casa. Praticamente tudo está conectado. E o lar, ambiente de conforto e descanso, entra neste combo da evolução tecnológica.

As casas inteligentes, por exemplo, têm se tornado uma realidade cada vez mais inevitável. De acordo com a Associação Brasileira de Automação Residencial e Predial – Aureside, cerca de 300 mil imóveis residenciais já possuem algum tipo de mecanismo automático.

As Funcionalidades de uma Casa Inteligente e Sustentável

Ter uma casa confortável e segura é a meta de praticamente todas as famílias brasileiras. Mais do que nunca, os imóveis estão sendo projetados com elementos tecnológicos, mas sem perder o foco na sustentabilidade, que é bastante evidenciada em todo o mundo.

Conhecidas também por casas conectadas, as casas inteligentes são imóveis que possuem sistemas de automação que têm o objetivo de suprir ao máximo a necessidade humana.

As casas inteligentes possuem, por exemplo, funções tecnológicas para controlar a temperatura, baseada no clima externo, regular a luminosidade conforme a entrada de luz, portas que abrem por meio de comandos de voz, controle de energia e de aparelhos eletrônicos.

O conceito nasceu para perdurar na era tecnológica. O intuito é proporcionar comodidade e ser um facilitador no ambiente doméstico. Mas as funcionalidades vão além, como, por exemplo, a melhoria da segurança e do monitoramento.

Por meio de um comando de voz, é possível ter acesso a imagens dos cômodos e interromper acessos. 

Outras funcionalidades de segurança são conseguir bloquear a energia em pontos específicos.

Esquecer um ferro de passar ligado, por exemplo, deixou de ser algo tão arriscado. Tudo pode ser controlado por aplicativo.

Investimento em Sustentabilidade Oferece Retorno a Longo Prazo

Assim como a tecnologia, projetos sustentáveis para imóveis, em um primeiro momento, podem sair mais caros do que os convencionais, mas são investimentos que irão beneficiar muito a família e agregar valor ao empreendimento. 

Mesmo que no fechamento do negócio o proprietário tenha que lidar com os juros do financiamento de um imóvel um pouco mais caro por causa desses recursos, o retorno financeiro virá posteriormente, com a economia que se fará a longo prazo.  

Alguns exemplos são a criação de reservatórios de captação de água da chuva, que ajudam na economia de recursos hídricos e reduzem o valor da conta de água do imóvel, os telhados verdes, que possibilitam um ajuste térmico do ambiente, evitando gastos com ar condicionado, o que eleva, muito, o consumo de energia elétrica, e o uso de placas solares, que, podem reduzir a conta de energia elétrica em até 95%, tanto em residências, quanto em imóveis comerciais. Os dados são da Associação Brasileira de Energia Fotovoltaica.

Tecnologia Integrada Gera Economia e Protege o Meio Ambiente

Segundo o site Itens de Casa, designers de interiores têm trazido propostas de sustentabilidade em diversos tipos de planejamentos internos, buscando alinhar a praticidade das conexões tecnológicas aos itens que promovam benefícios ao meio ambiente, de forma que todas as integrações de inteligência artificial já sejam implementadas juntamente com todos os detalhes das residências, atendendo as famílias da forma mais confortável e econômica possível.

·         Lâmpadas Bluetooth: São controladas por meio de aplicativos de celular. Elas podem ser instaladas no mesmo local onde ficam as lâmpadas convencionais. É preciso apenas conectá-las à internet.

·         Câmeras de monitoramento: Faz transmissão em tempo real, tem rotatividade de 360 graus, além de realizar gravações noturnas. Tudo pode ser monitorado e controlado pelo celular.

·         Tomadas inteligentes: Possuem entrada USB, ofertando mais uma opção de alimentação. Além disso, elas controlam o fluxo de energia, o que evita o gasto desnecessário e excessivo.

·         Smart interruptores: Atuam no controle do consumo de energia. Funcionam por meio de sensores de movimento e também por aplicativos.

·         Aspirador robô: Auxilia nos trabalhos domésticos, sem necessidade de acompanhamento humano. Possui sensores que traçam rotas e desviam de obstáculos.

·         Smart Speaker: Equipamento de interação, que auxilia na organização de tarefas, lembretes e também atua como entretenimento.

Com esses itens, ter uma casa inteligente é mais fácil do que se imagina. É possível transformar os ambientes com pequenos investimentos e aos poucos a casa vai ganhando formas e aparatos tecnológicos.

Para Bruna Bozano, especialista em e-commerce, os dispositivos vão ficar cada vez mais acessíveis, já que as novas tecnologias tendem a popularizar as que já estão disponíveis, tornando os mecanismos mais baratos e permitindo que sejam realizadas importações diretas através das lojas virtuais e marketplaces.

Setores Ampliam Investimento em Inovação e Sustentabilidade Através da Tecnologia

Projetos sustentáveis têm o foco em respeitar o meio ambiente, pautando propostas que garantem a proteção, economia de recursos naturais, o mínimo de poluição e o máximo de reaproveitamento.

Com a ajuda da tecnologia, empresas dos mais variados segmentos têm adaptado suas produções para atenderem públicos veganos, pessoas alérgicas ou hipersensíveis a certos componentes, entre outras adaptações que representam melhoria na qualidade de vida dos consumidores, e na lucratividade das corporações.

Setor Joalheiro

A inteligência incorporada nas tecnologias atuais é tão poderosa que, dentro do mercado joalheiro, por exemplo, já são fabricados diamantes de laboratório. 

Segundo os designers da Joias Boz, esses diamantes são “absolutamente idênticos aos naturais, mas sem os conflitos éticos e ambientais que os diamantes naturais desencadeiam”.

Setor Cosmético

O site da Bea Furtado, especializado em saúde e bem-estar, divulgou recentemente a parceria entre o  Instituto de Tecnologia e Estudos de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos e a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii), que tem como objetivo em comum, cruzar as fronteiras tecnológicas do setor de cosméticos. 

Investindo  R$2,3 milhões, em parceria com o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), colocou-se em andamento um estudo de nanocápsulas de proteção dos princípios ativos de cosméticos.

Com isso, produtos desta categoria podem oferecer prazos de validade muito maiores, gerando muito menos descarte, tanto de matéria-prima quanto de resíduos diversos relacionados a embalagens, entre outras coisas.

Especialistas do site Petrosolgas, focado no setor de óleo e gás, confirmam que, de fato, a engenharia tem focado em introduzir formas de utilização de energia renovável em todos os tipos de projetos, o que além de ser um aspecto extremamente favorável ao meio ambiente, auxilia consideravelmente na redução de custos. 

Setor Médico

Segundo o Dr. Fernando Bray, gastrocirurgião e coloproctologista, as cirurgias robóticas melhoram a capacidade do processo e minimizam os impactos, por serem menos invasivas. Com menos chances de erros, o médico consegue executar uma cirurgia complexa, utilizando um hardware semelhante a um Joystick. E isso é só o começo. Com a tecnologia 5G, espera-se que seja possível, inclusive, realizar essas cirurgias à distância.

Aqui, a sustentabilidade não tem relação apenas com o meio ambiente do ponto de vista ecológico. Trata-se da sustentação da vida, no mais verdadeiro sentido.

Futuro a Favor das Próximas Gerações

De modo geral, a inteligência artificial e algorítmica, a robotização, as redes de comunicação digitais e a tecnologia, têm proporcionado a possibilidade de um início de contenção dos danos já causados ao ecossistema global e permitindo um avanço que deve ser ainda maior e mais veloz nos próximos anos, de forma que as próximas gerações experimentem muito mais conforto, segurança e praticidade no dia a dia, podendo, inclusive, ser menos dependentes de seu esforço físico e ter mais espaço para o desenvolvimento intelectual, criativo e social, que devem ser cada vez mais valorizados ao passo em que tudo que não for essencialmente humano, empático e subjetivo, possa ser substituído.

 

Leia Também

Últimas Notícias