domingo, 19 de maio de 2024
Brasil

Nível do Cantareira permanece estável, mesmo com fortes chuvas em São Paulo

20 Abr 2015 - 08h50

As chuvas dos últimos dias no estado de São Paulo não refletiram em aumento do nível do Sistema Cantareira, que permanece estável desde sábado (11) em 15,4% do total armazenável no manancial. Descontado o uso do volume morto, a água está 9,3% abaixo do nível de captação das bombas, usado antes da crise de abastecimento no estado. Os dados são Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp).

O Guarapiranga opera, neste sábado (18), com 83,2% de sua capacidade, uma alta de 0,1% em relação à de ontem; o Sistema Rio Claro, com 45,1%, elevação de 0,1%; o Alto Tietê, com 22,2%, alta de 0,1%, e o Alto Cotia, com 65%, com aumento de nível de 0,2%. O Sistema Rio Grande ficou estável, de ontem para hoje, em 96,3%.

Em razão da crise de abastecimento, a Sabesp passou a reduzir gradativamente as áreas atendidas pelo Cantareira. O sistema, que atendia acerca de 9 milhões de pessoas, passou a fornecer água para 5,4 milhões. A medida mais recente do governo paulista foi incluir, pela primeira vez, o Sistema Rio Grande no abastecimento da capital. Segundo o anúncio feito no início desta semana, o manancial passou a atender bairros da zona sul, antes abastecidos pela Represa do Guarapiranga, que agora fornece água a 250 mil pessoas da região do Cantareira.

Leia Também

Últimas Notícias