sábado, 18 de maio de 2024
Solidariedade

Correios arrecada 9 mil toneladas de donativos para o RS

Mais de 2.500 toneladas já foram entregues pela estatal ao estado gaúcho; empresa realiza gestão logística do restante da carga, liberada conforme orientação da Defesa Civil

15 Mai 2024 - 07h45Por Da Assessoria de Imprensa
Correios envia doações para o RS - Crédito: divulgaçãoCorreios envia doações para o RS - Crédito: divulgação


Os Correios receberam de brasileiras e brasileiros de todos os cantos do País a doação de 9 mil toneladas de itens aos gaúchos. Desse total, 2,5 mil toneladas já foram entregues à Defesa Civil, em Porto Alegre. A empresa realiza gestão logística do restante da carga, liberada conforme orientação da Defesa Civil.

"Esses resultados mostram o grande esforço que o governo federal está empenhando para ajudar as famílias gaúchas nesse momento. Nossa estrutura continuará a arrecadar e transportar o que for necessário para ajudar a população", afirma o presidente da estatal, Fabiano Silva dos Santos.

"Isso mostra o forte espírito de solidariedade do povo brasileiro, que foi convocado a ajudar e se apresentou prontamente. A determinação do presidente Lula é muito clara e todo o Governo Federal está dedicado a ajudar o povo gaúcho, que tanto sofre com as chuvas. Agora é momento de união", disse o ministro das Comunicações, Juscelino Filho.

Mais de 10 mil unidades em todo País recebem a doação de itens como água (prioritário), alimentos da cesta básica, material de higiene pessoal, material de limpeza seco, roupas de cama e de banho e ração para pet. Os Correios também são responsáveis pelo transporte desses donativos aos moradores do estado gaúcho, por meio de suas carretas. O transporte é feito pela estatal de maneira gratuita, sem custo para quem faz a doação. Se possível, a empresa pede que o doador embale e identifique o tipo de material, mas não é uma exigência.

De forma a aproveitar melhor a rede logística, os Correios pedem que a população do Sudeste e do Sul concentre doações de água potável e as pessoas das demais regiões, de itens secos, como ração para pets, material de limpeza seco, material de higiene pessoal e alimentos da cesta básica.
A ação integrada está sendo realizada por iniciativa conjunta da Diretoria Executiva da estatal e do Ministério das Comunicações, pasta à qual a empresa está vinculada e que atua no grupo de crise criado para enfrentar a situação.
 

Leia Também

Últimas Notícias