Menu
sexta, 20 de abril de 2018
Polícia

Polícia Rodoviária acredita que não haverá mortes nas estradas da região

28 Dez 2007 - 14h40Por Redação São Carlos Agora
0 - 0 -
Todo efetivo da Polícia Rodoviária será emprego na operação.O feriado prolongado de Ano Novo começa hoje com reforço nas estradas na área da 2a Companhia de Policiamento Rodoviário. A expectativa é de trânsito intenso; cerca de 80 mil veículos devem passar durante o feriado pela Rodovia Washington Luís (SP-310), na praça do pedágio de Araraquara. E esse movimento pode ser maior.

No Natal a previsão era 75 mil e por aqui passaram 95 mil carros, motos e caminhões. Para quem pega a estrada com destino ao Litoral o fluxo fica mais intenso entre 17 e 23 horas. A crise aérea que atinge o País pode estar sobrecarregando as rodovias.

O capitão Márcio Rogério Simplício, comandante da PR, informa que os policiais fiscalizarão a velocidade com utilização de radares e, durante a noite, a intenção é detectar veículos com problemas no sistema de iluminação. “Estaremos com todo o nosso efetivo nas estradas”, diz o capitão, esperando resultados semelhantes aos do Natal. No último feriado não foram registradas mortes nas estradas da região.

Na operação do ano passado, a PR registrou 28 acidentes, sendo seis com vítimas. Não houve mortes. Por aqui, serão fiscalizados 1,7 mil quilômetros de rodovias em 43 municípios nas regiões Araraquara, São Carlos, Jaboticabal, Itápolis, Bebedouro e Barretos. Em todo o Estado, serão usados cerca de quatro mil homens. Já na região esse percentual deve girar em torno de 60 policiais por dia e 30 viaturas no total.

O Ministério da Saúde lançou uma campanha educativa para lembrar que bebida e direção não combinam, principalmente, nas estradas. O número de acidentes no Brasil justifica a medida, pois aumenta, em média, 20% durante as festas de fim de ano. Outro dado preocupante é que o número de mortos no trânsito não pára de crescer no País: subiu de 33.288 em 2002 para 36.611 em 2005. Metade dos envolvidos abusou no uso de álcool.Cláudio Dias/Tribuna Impressa
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias