quinta, 11 de agosto de 2022
No Estado

Ouvidoria do Ipem-SP divulga ranking de reclamações do primeiro semestre deste ano

Segurança em aparelhos eletrodomésticos, manutenção de extintores de incêndio e serviço de reforma de pneus lideram o número de reclamações

12 Jul 2022 - 06h36Por Redação
Ouvidoria do Ipem-SP divulga ranking de reclamações do primeiro semestre deste ano - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

A Ouvidoria do Ipem-SP (Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo), autarquia do Governo do Estado, vinculada à Secretaria da Justiça e Cidadania, e órgão delegado do Inmetro, divulga o ranking de reclamações sobre produtos, serviços e instrumentos de medição referente ao primeiro semestre deste ano.

No período, foram 1.581 atendimentos. Desses, 889 estão efetivamente relacionadas a sugestões, solicitações, e busca de informações, 692 sobre produtos, serviços e instrumentos de medição, 393 casos foram fiscalizados e concluídos e 299 se encontram em andamento. Entre os produtos, instrumentos e serviços fiscalizados, 79 foram reprovados. 

Segurança em aparelhos eletrodomésticos com 84,2% de reclamações, manutenção de extintores de incêndio com 57,1%, e serviço de reforma de pneus com 54,5% lideram o número de denúncias procedentes.

Segurança em brinquedos; dispenser de GNV; fios, cabos e cordões flexíveis elétricos; peixe glaciado embalado, balanças e bombas medidoras de combustíveis também estão nos destaques do ranking.

Produto têxtil, radares, metro e trena, colchoes e colchonetes de espuma, extintores de incêndio, e oficinas permissionárias de instrumentos, entre outros, foram denunciados, no entanto, não foram reprovados.

O procedimento para o cidadão reclamar é simples. Ao suspeitar de uma possível irregularidade contra o consumidor entre em contato com a Ouvidoria que atende, registra e faz o encaminhamento da solicitação para a área técnica realizar a fiscalização dos produtos ou instrumentos reclamados. Após a verificação, os resultados são encaminhados para Ouvidoria que se encarrega de transmitir a informação para o cidadão por meio de um número de protocolo.

É importante que a população tenha certas informações para denúncia, que auxiliam o trabalho da fiscalização, entre elas, as que constam na nota fiscal. Principalmente, ao denunciar bombas medidoras de combustíveis. Nesse caso, os dados da nota, o nome do posto, razão social do estabelecimento, CNPJ, endereço completo, combustível abastecido, e se possível, qual bomba abasteceu o veículo. Dessa maneira, o fiscal ao apurar a denúncia, vai direto na bomba suspeita. 

No mesmo período em 2021, de janeiro a junho, a Ouvidoria do Ipem-SP registrou 623 atendimentos com grau de satisfação da população de 100%. 

Confira o ranking de atendimentos, acesse https://www.ipem.sp.gov.br/images/00transparencia/OUV/ranking.pdf

Mais informações sobre a Ouvidoria do Ipem-SP, acesse http://www.ipem.sp.gov.br/index.php/ipem-sp/ouvidoria

Dúvidas, sugestões ou reclamações sobre este e outros assuntos do Ipem-SP podem ser feitas pelo telefone da Ouvidoria: 0800 013 05 22, de segunda a sexta, das 8h às 17h, ou por meio do e-mail ouvidoria@ipem.sp.gov.br

Leia Também

Últimas Notícias