Menu
quinta, 15 de abril de 2021
Qualidade de Vida

Cifose (cervical torácica)

27 Jun 2018 - 04h45Por (*) Paulo Rogério Gianlorenço
Cifose (cervical torácica) -

Vista de frente, a coluna vertebral parece reta, ao ser observado de lado, apresenta curvaturas fisiológicas na região do pescoço (lordose cervical), do tórax (cifose torácica), da cintura (lordose lombar) e da bacia (cifose sacrococcígea), que lhe conferem o aspecto de um S, essas curvaturas são consideradas normais, porque resultam da adaptação natural do corpo humano a posições adotadas nas diferentes fases do desenvolvimento motor, incluindo o período embrionário e o nascimento, elas surgem espontaneamente nas pessoas saudáveis e passam a funcionar como um sistema de molas fundamental não só para manter o equilíbrio, mas também para aliviar o impacto e a sobrecarga que a ação da gravidade exerce sobre o corpo humano nas posições em pé e sentada.

No interior da coluna vertebral, a sobreposição dos orifícios existentes no centro de cada vértebra forma uma espécie de túnel, chamada canal vertebral ou medular, por onde passa os nervos e a medula espinhal, um prolongamento do sistema nervoso central que tem como função transmitir os impulsos nervosos para todo o corpo.

A coluna vertebral é o eixo central do esqueleto humano. Além de sua importância para manter a postura ereta, possibilitar a movimentação dos membros superiores e inferiores, proteger a medula espinhal, é ela que garante suporte ao peso do corpo, serve de ponto para a fixação para as costelas, ligamentos e músculos dorsais e abriga órgãos e vísceras vitais para o organismo.

Conhecida na medicina por Hipercifose, a cifose é o aumento do ângulo de uma das curvaturas fisiológicas da coluna, ocorre na região do tórax e faz com que a parte superior das costas pareça mais arredondada que o normal é a famosa corcunda ou corcunda. O indivíduo com cifose, muitas vezes, apresenta os ombros, o pescoço e a cabeça inclinados para frente. A cifose pode surgir como compensação de outras condições na coluna vertebral, como a lordose e escoliose.

Considerada uma doença da coluna, a cifose pode ser curada e está relacionada com outras doenças como o dorso curvo postural, doença de Scheuermann (que tem início na adolescência) e doenças reumatológicas da coluna.

Curvaturas normais e curvaturas patológicas, tais alterações anatômicas são consideradas patológicas, quando há redução ou aumento acentuado de uma ou mais curvaturas, o que compromete o alinhamento da coluna e prejudica o bom desempenho de suas múltiplas funções, qualquer desvio numa região da coluna vertebral pode provocar modificações nos outros segmentos para compensar a alteração e garantir o equilíbrio.

Pode-se dizer, portanto, que cifose e lordose são desvios normais da coluna vertebral, essenciais para sua integridade e o funcionamento do organismo. A principal característica da cifose é uma curvatura posterior no eixo da coluna, nas regiões torácica e sacral.

No caso da cifose torácica, o ângulo de curvatura ideal se encontra entre 20º e 45º. Menos ou mais que isso pode causar deformidades, dores, rigidez, sensibilidade, danos ao sistema nervoso, entre outros.

Cifose é o termo que serve para designar tanto a curvatura fisiológica nas regiões torácica e sacracoccígena da coluna vertebral, quando vista de perfil, como a hipercifose, ou seja, o aumento pronunciado da curvatura para trás, no sentido ântero-posterior da região torácica da coluna.

A principal característica da cifose torácica (ou hipercifose torácica) é o abaulamento das costas provocado pelo aumento exagerado da curvatura posterior dessa parte da coluna. Para compensá-la, ombros, pescoço e cabeça são projetados para frente, o que favorece o aparecimento da lordose cervical.

Hábitos posturais inadequados (tanto no trabalho quanto nas atividades de lazer) falta de condicionamento físico e o enfraquecimento da musculatura paravertebral são as causas mais freqüentes desse tipo de deformidade. Na maior parte dos casos, porém, esse desvio patológico da coluna tem origem na postura incorreta adotada nas atividades do dia a dia.

A cifose torácica pode manifestar-se em qualquer idade, é rara nos recém-nascidos, comum na infância e adolescência (costuma afetar os meninos muito altos para a idade e as meninas no período do crescimento das mamas), acomete também as pessoas mais velhas. Nessa fase da vida, o desgaste das vértebras, a perda da flexibilidade dos discos intervetebrais, que se desidratam, e o enfraquecimento da musculatura dorsal representam fatores de risco para a ocorrência da hipercifose torácica.

O tratamento para cifose é bastante conservador, busca tratar os problemas sem apelar para métodos invasivos, como cirurgia, ela pode ser curada por meio de cirurgia em casos mais graves, um procedimento cirúrgico pode ser feito para corrigir e realinhar a postura.

Fisioterapia

Na maioria dos casos recomendam-se sessões de fisioterapia, um tipo de terapia que busca melhorar ou manter a função das diversas partes do corpo, quando elas já se encontram prejudicadas, a fisioterapia tenta ajudar o paciente a adquirir uma postura correta, melhorando a curvatura da coluna. Cifoses posturais podem ser tratadas somente com fisioterapia, mas outros tipos também podem necessitar desse tipo de tratamento.

Uma técnica muito utilizada é a RPG (Reeducação Postural Globalizada), Pilates, yoga, musculação, alongamentos, que foca justamente na postura do paciente, educando todos os músculos e articulações do corpo para gerar uma postura correta.

Como a cifose não apresenta sintomas, o paciente deve buscar um médico (ortopedista) se notar alguma deformidade no corpo, como, Deformidade rápida em alguma região da coluna, emagrecimento sem relação à mudança de hábitos alimentares, Sensibilidade ou fraqueza nos membros inferiores.

O autor é graduado em Fisioterapia pela Universidade Paulista Crefito-3/243875-f Especialista em Fisioterapia Geriátrica pela Universidade de São Carlos e Ortopedia.

Esta coluna é uma peça de opinião e não necessariamente reflete a opinião do São Carlos Agora sobre o assunto.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias