Menu
quarta, 25 de abril de 2018
Polícia

Polícia Civil investiga o golpe do IPTU na cidade

13 Mar 2008 - 11h48Por Redação São Carlos Agora
Investigadores do 2º Distrito Policial da Vila Prado conseguiram prender em flagrante na tarde de ontem o ex-funcionário público municipal Ewerton Rios, 53, acusado de extorquir um comerciante da zona sul da cidade. A vítima estava com o nome inscrito na dívida ativa por falta de pagamento do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) e tentava resolver a situação com o golpista. Quando recebeu a proposta de abatimento de parte da dívida, o comerciante entregou a quantia de R$ 4 mil, pensando que seus problemas teriam acabado. Só depois, percebeu que havia caído em um golpe, que ele chama de o “golpe do IPTU”.A trama teria começado em outubro do ano passado. Vários empresários de São Carlos e a própria Prefeitura estavam sendo lesados com a fraude. A Polícia suspeita que possa haver outras pessoas envolvidas e que a quadrilha já tenha arrecado mais de R$ 100 mil.Nesta terça-feira (12) o comerciante decidiu procurar a Polícia. Ele foi até o 2º DP e declarou que desde o ano passado estaria sendo extorquido pelo ex-funcionário público, que seria seu amigo de infância. O golpista dizia que ainda estaria trabalhando na Prefeitura e se ofereceu para fazer o levantamento e quitar um débito referente ao imóvel onde funcionava a oficina mecânica da vítima. Para isso pediu a quantia de R$ 4 mil, pagos pelo comerciante. Na manhã de ontem o comerciante estranhou o fato de não receber nenhuma informação sobre a sua dívida junto à Prefeitura e entrou em contato com o ex-funcionário e este exigiu mais dinheiro dizendo que teria que pagar R$ 1.340,00 para liberar a documentação junto aos SIM (Serviços Integrados do Município).Desconfiado o comerciante contatou uma outra pessoa e acabou descobrindo que Ewerton, teria sido demitido da Prefeitura Municipal em 1994 e que estaria aplicando o golpe sobre os pagamentos do IPTU.Com esta informação o comerciante recebeu uma ligação de Ewerton e pediu para que o mesmo fosse até o seu comércio para pegar o dinheiro e resolver seus problemas.
Os policiais do 2º Distrito Policial foram alertados sobre o fato e aguardaram a chegada do ex-funcionário público. Por volta das 13h45 estacionou uma motocicleta na rua Joaquim Solfa, a menos de 50 metros da delegacia e, após apanhar do comerciante um envelope com R$ 1.340,00, Ewerton voltou para a moto e neste momento foi cercado pelos policiais e recebeu voz de prisão. No seu bolso estava o envelope com o dinheiro que foi entregue pelo comerciante.
Ewerton, declarou que fazia parte de um sistema, porém não quis dizer nomes, mas garantiu que não estava sozinho. Ele disse que estava envergonhado, pois tem família e netos. “Ninguém vê que estou sendo ameaçado, atiraram contra minha casa, já estou ameaçado de morte e seu falar muito é perigoso” declarou o fraudador.Outras pessoas que teriam caído no golpe deverão prestar depoimento no distrito.
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias