Menu
segunda, 10 de agosto de 2020
Saúde

São Carlos disponibiliza 15 mil doses da vacina contra a gripe para toda a população

15 Jul 2020 - 16h45Por Redação São Carlos Agora
São Carlos disponibiliza 15 mil doses da vacina contra a gripe para toda a população - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

A Vigilância Epidemiológica de São Carlos confirmou que está com 15 mil doses da vacina contra a gripe em estoque. Após o encerramento da Campanha Nacional de Imunização contra Influenza, que terminou em 30 de junho em todo país, a vacina foi liberada para o público em geral.

O Ministério da Saúde orientou que os municípios estendessem a vacinação ao público em geral, enquanto durassem os estoques. O Ministério distribuiu 100% das doses da vacina para todos os estados do país, um total de 79,9 milhões de unidades. 

 “Após a liberação para o público em geral a procura foi maior, porém nosso estoque é suficiente, inclusive, para reservar a segunda dose dos bebês. Portanto é mais uma oportunidade para que todos se imunizem, principalmente aquelas pessoas que são de grupos de risco e que ainda não se vacinaram. As doses estão disponíveis em todas as unidades de saúde”, explica Kátia Spiller, supervisora da Vigilância Epidemiológica.

Em São Carlos, 79.830 pessoas foram imunizadas, o que corresponde a uma cobertura vacinal de 83,65%. Desse total, 32.932 idosos (112,55%), 9.113 profissionais da saúde (116,33%), 8.588 crianças (49,72%), 1.158 gestantes (49,26%), 280 puérperas (72,35%). Também já foram imunizados 1.645 professores (rede pública e particular), 3.352 adultos de 55 a 59 anos, 691 pessoas da força de segurança e salvamento, 34 funcionários sistema prisional, 1.334 caminhoneiros, 351 trabalhadores do transporte coletivo, 15.213 doentes crônicos e 5.139 pessoas fora do público alvo da campanha.

A vacina é importante para reduzir complicações e óbitos por influenza, protegendo contra os três subtipos do vírus que mais circularam no último ano no Hemisfério Sul, de acordo com determinação da Organização Mundial da Saúde (OMS). A vacina é segura e reduz as complicações que podem produzir casos graves da doença e óbitos. Ela não tem eficácia contra o novo coronavírus, porém, neste momento, auxilia os profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico para a COVID-19, já que os sintomas são parecidos. E, ainda, ajuda a reduzir a procura por serviços de saúde.

Em 2020, até 4 de julho, foram registrados 1.607 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) por influenza (gripe) em todo o país, com 239 mortes. Do total de casos, 618 foram casos de influenza A (H1N1), com 87 óbitos; 67 casos e 13 óbitos por influenza A (H3N2), 405 de influenza A não subtipado, com 77 mortes; e 517 casos e 62 óbitos por influenza B.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias