terça, 05 de julho de 2022
Quinze pacientes

IFSC/USP e Santa Casa avançam com um novo tratamento

Chamada para pacientes com dores provocadas por artrite localizada nas mãos é realizada

30 Mar 2022 - 09h58Por Redação
Dores provocadas pela doença nas mãos dos pacientes e que comprometem os normais movimentos articulares - Crédito: DivulgaçãoDores provocadas pela doença nas mãos dos pacientes e que comprometem os normais movimentos articulares - Crédito: Divulgação

Com base no desenvolvimento de várias pesquisas científicas e tecnológicas realizadas por pesquisadores do Grupo de Óptica do Instituto de Física de São Carlos (IFSC/USP) e do Centro de Pesquisa em Óptica e Fotônica (Cepof), igualmente alocado nesse Instituto, tem sido possível, ao longo dos anos, instituir diversos protocolos e tratamentos para inúmeras doenças, numa contribuição importante para a área médica, visando suprir necessidades importantes na área da saúde no seio da sociedade. Terapias para minimizar os efeitos da Doença de Parkinson, na prevenção e combate à mucosite, no tratamento de dores provocadas pela fibromialgia, artrose e artrite e tratamento de câncer de pele não melanoma, além de vários tratamentos já realizados a pacientes com sequelas de Covid-19 - problemas respiratórios, vasculares e musculares, recuperação do olfato, paladar e tratamento de zumbidos no ouvido -, são alguns dos exemplos.

Neste contexto, o IFSC/USP, em parceria com a Santa Casa da Misericórdia de São Carlos avança na criação de outros projetos na área da saúde, estando neste momento fazendo uma chamada para tratamento de 15 pacientes que tenham artrite nas mãos, um projeto inserido em uma nova linha de pesquisa que já contou com a participação de 60 pacientes que manifestaram, no final das sessões, uma melhora superior a 50% na manifestação de dor. Este novo tratamento (gratuito), que agora entra em uma segunda fase, visa reduzir ainda mais as dores provocadas pela doença nas mãos dos pacientes e que comprometem os normais movimentos articulares, sendo que, além de comprometer as articulações, há um forte impacto nos cotovelos e ombros.  

Os pacientes interessados em participar deste projeto deverão se cadastrar na Unidade de Terapia Fotodinâmica, localizada na Santa Casa da Misericórdia de São Carlos, através do fone (16) 3509-1351. (Rui Sintra - Jornalista do IFSC/USP)

Leia Também

Últimas Notícias