Menu
domingo, 24 de janeiro de 2021
Região

Prefeitura de Ribeirão Preto decreta luto oficial por causa da morte de manifestante

21 Jun 2013 - 11h33

A prefeitura de Ribeirão Preto, município do interior de São Paulo a 313 quilômetros da capital paulista, decretou, hoje (21), luto oficial de três dias pela morte do estudante Marcos Delefrate, de 18 anos, atropelado durante manifestação na noite de ontem. Segundo a Polícia Militar (PM), o protesto reuniu 20 mil pessoas na cidade, que tem mais de 600 mil habitantes. O corpo do jovem será enterrado às 16h no Cemitério Bom Pastor, no Jardim Zara.

Além de Marcos, foram atropelados 12 manifestantes, dos quais quatro ficaram feridos. Uma mulher que teve fraturas na pélvis segue internada no Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, em estado grave.

O delegado titular da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), Paulo Henrique Martins de Castro, disse que o empresário Alexsandro Ishisato de Azevedo dirigia o automóvel Land Rover, de cor preta, que avançou contra a multidão de manifestantes no cruzamento das avenidas João Fiúza e Adolfo Molina. Ele continua foragido.

Castro informou que o veículo está em nome de uma empresa e foi localizado na casa de Alexsandro. O carro foi apreendido, passou por perícia e o laudo deve sair em 15 dias.

A identificação do acusado foi feita, segundo o delegado, por meio de imagens e testemunhas. Alexsandro está sendo acusado de tentativa de homicídio, lesão corporal, omissão de socorro e homicídio doloso pela morte de Marcos Delefrate.

Ontem, a Polícia Militar divulgou um vídeo em que é possível ver o motorista discutindo com alguns ativistas, que revidaram com pancadas na lataria do carro. Após isso, o carro avançou sobre os manifestantes. O empresário fugiu sem prestar socorro.

 

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias