Menu
domingo, 28 de fevereiro de 2021
Região

Polícia tenta identificar casal que roubou taxista de Matão e tentou matá-lo a facadas

14 Abr 2016 - 13h39Por Pedro Maciel
Fotos: Jota Marcos - Rádio Cidade de Matão - Fotos: Jota Marcos - Rádio Cidade de Matão -

A Polícia Civil tenta localizar e prender um casal que, na madrugada de terça-feira, 12, tentou matar e roubar um taxista na área rural de Matão.

Os policiais civis acreditam que o casal seja da região e até o momento o assaltante que tentou matar com sete facadas o taxista José Maurício da Silva, 59 e fugiu com a faca cravada no abdômen não teria dado entrada em hospitais de Matão ou região, os quais foram comunicados do crime. A vítima disse que diariamente taxistas em todo pais são alvos de ladrões e muitos morreram sem conseguir se defender, como ocorreu com um taxista de Araraquara que em 2015, foi amarado e morto na área rural daquele município e a equipe do delegado Elton Hugo Negrini da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) conseguiu prender dois marginais no norte do país com o taxi do araraquarense.

José Maurício autorizou a divulgação das fotos para que segundo ele as autoridades tomem conhecimento dos perigos que passam os taxistas também de toda região. Ele ainda informou que durante o crime também levou chutes da moça que acompanhava o assaltante e que achou que iria morrer. "Se ele tivesse com uma arma de fogo, eu já era", disse o taxista emocionado.

O taxista matonense afirma que recebeu forças de Jesus para superar as agressões e que aproveitou o momento em que a arma caiu da mão do marginal para revidar ao ataque e conseguir escapar da morte.

Apresentado várias facas pelo corpo José Maurício disse que vai voltar a trabalhar como taxista durante a noite na cidade de Matão e acredita que isso não mais acontecerá. Ele diz que "nasceu de novo" e agradece a Deus por esta nova oportunidade de poder estar vivo para sustentar sua família.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias