Menu
domingo, 27 de setembro de 2020
Região

Mulher diz que matou companheiro por ter sido agredida em Pirassununga

06 Out 2014 - 08h40Por Reporter Naressi

A dona de casa, Roseli Aparecida de Almeida, 30, moradora na avenida das Nações, 128, vila Esperança, zona norte de Pirassununga foi presa na noite de domingo, 5, depois de esfaquear e matar o motorista Paulo Sérgio Gonçalves, 47, a golpe de faca. O caso aconteceu as 18h25 e o flagrante teve início às 22h35. Depois de esfaquear o companheiro, a mulher se dirigiu a bar nas proximidades, onde por sorte foi presa pela PM, pois a população queria linchá-la.

De acordo com a Polícia, a mulher teria dito que ela e o companheiro tiveram um domingo normal e tomando cerveja como de costume. Ainda segundo a mulher teria dito já no início da noite, depois de tomar um banho estava no quarto, quando teria sido agredida pelo companheiro.

Após a agressão, a vítima teria deixado o imóvel e se dirigido para a varanda do imóvel, quando então, Roseli se apoderou de uma faca acertando a região esquerda do tórax, perfurando o pulmão e coração.

Depois de golpear o companheiro, a mulher se dirigiu a um bar nas proximidades do imóvel. O ocorrido virou assunto de momento na região e, se não fosse à ação rápida dos policiais militares, Cabos Bueno e Coelho, a mulher seria linchada. A PM deu voz de prisão para a mulher que confessou o crime, sendo encaminhada para a Central de Flagrantes do Plantão da Polícia Judiciária.

Ainda, de acordo com a Polícia, a mulher teria dito que convivia com o companheiro por dois anos e que esta foi a primeira vez que teria sido agredida, quando então reagiu com uma agressão a faca.

Apesar de todo esforço das equipes do SAMU e dos Bombeiros, o homem não resistiu e veio a óbito. Peritos da Polícia Técnico Científica estiveram no local. O corpo do motorista foi encaminhado para o Instituto Médico Legal.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias