Menu
quinta, 06 de maio de 2021
Região

Mulher com o vírus H1N1 morre e a suspeita é de ter sido contaminada em Araraquara

02 Ago 2012 - 09h32

O vírus Influenza A - H1N1, causador da gripe suína fez mais uma vítima. A Secretaria Municipal de Saúde de Santa Rita do Sapucaí, Minas Gerais, confirmou na última terça-feira (31) a morte de uma mulher de 55 anos. A suspeita é que ela tenha contraído o vírus em julho, enquanto visitava Araraquara.

A Fundação Ezequiel Dias (Funed) fez um exame e confirmou a contaminação. O laudo saiu somente esta semana, mas a mulher foi internada no dia 21 de julho, com sintomas de pneumonia e gripe forte, e morreu três dias depois. A Vigilância Epidemiologia de Santa Rita da Sapcaí não descarta a hipótese dela ter contraído o vírus durante uma visita à Araraquara.

"Ela viajou sozinha e poucos dias depois apresentou sintomas da doença. Como o vírus circula no ar, é complicado determinar onde ela foi contaminada. Mas como nenhum parente apresenta sintomas, temos também esta suspeita, de a doença ter sido contraída em Araraquara", comentou a coordenador da Vigilância, Rosângela Souza.

A secretária de saúde de Araraquara, Regina Barbieri, nega que a contaminação tenha ocorrido no município, já que o vírus não permanece incubado por muito tempo no organismo, como por exemplo, o da dengue, que chega a ficar até 15 dias.

 "Não tem como afirmar que ela pegou o vírus aqui, porque ele está circulando por todo o País", afirmou a secretária, que resaltou ainda que muitos podem contrair a gripe, mas poucos casos resultam em morte.

Araraquara

O município de Araraquara já registrou este ano, dois casos de morte em virtude do vírus H1N1.

1º caso: Há quase duas semanas, uma mulher de 52 anos, ficou internada por 11 dias e  morreu devido a complicações ocorridas pela gripe A.

2º caso: Uma jovem de 25 anos, que morreu semana passada, é suspeita de ter sido contaminada com o vírus. No boletim médico, foi por embolia pulmonar.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias