Menu
quarta, 28 de outubro de 2020
Caso ocorreu em Dourado

Justiça concede liberdade a casal acusado de abusar sexualmente de bebê de 1 ano

25 Set 2020 - 06h43Por Redação São Carlos Agora
Imagem Ilustrativa - Crédito: DivulgaçãoImagem Ilustrativa - Crédito: Divulgação

Preso desde o dia 26 de agosto, o casal acusado de abusar sexualmente de uma criança de apenas 1 ano e dois meses, foi libertado por ordem da Justiça.

O homem de 24 anos estava preso em São Carlos cumprindo a prisão temporária e deixou a cadeia acompanhado do advogado nesta quinta-feira (24).

A prisão aconteceu depois que a Justiça atendeu ao pedido do delegado Reinaldo Lopes Machado pela prisão temporária de 30 dias. O titular pela delegacia de Dourado pediu a prorrogação da prisão, mas a Justiça entendeu não ser necessário.

Machado informou que o laudo comprova que houve violência sexual e descartou qualquer acidente doméstico. "O laudo é bastante minucioso, ele inclusive descarta acidente doméstico e aponta realmente que a criança sofreu abuso sexual". 

Ainda de acordo com o delegado, a babá cuidava da criança desde o começo do ano. "A criança esteve aos cuidados da babá o dia todo. Das primeiras horas do dia até as 15h. Somente quem esteve com a criança foi a babá e o seu esposo. A suspeita realmente recaiu sobre o casal, embora a prisão temporária é uma prisão para investigação. Ela não tem nenhum juízo de culpabilidade".

Já o advogado que defende o marido da babá declarou que fez uma petição direcionada para o magistrado, solicitando a não prorrogação da prisão preventiva. "A lei prevê que a prorrogação só acontecerá em caso de extrema e comprovada necessidade. No caso o magistrado entendeu que não estavam presentes esses requisitos, razão pela qual, passando o prazo de 30 dias o réu foi imediatamente colocado em liberdade", disse.  Bruno Valencizi informou ainda que não há nenhum indicio de participação do seu cliente no crime. 

O caso

O caso teria ocorrido no dia 11 de agosto. A menina teria passado o dia na casa de uma babá e, no final da tarde, o pai foi buscá-la e avisou a mãe, que a filha estava chorosa, com dores na barriga.

O bebê levado ao Pronto Socorro de Dourado e os médicos notaram vermelhidão nas partes íntimas. Posteriormente a criança foi encaminhada para a Santa Casa de São Carlos, onde foram constatadas lesões.

A criança chegou a ser internada por uns dias e tomou vários medicamentos. Segundo o delegado, para prevenir possíveis doenças, uma vez não sabe-se ao certo o que poderia ter sido penetrado no órgão genital da pequena vítima.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias