Menu
domingo, 27 de setembro de 2020
Região

Homicídio é registrado em Matão

15 Set 2014 - 09h30
0 - 0 -

Neste final de semana, a Polícia Militar registrou vários boletins de ocorrência de agressões sofridas por mulheres. Uma delas revidou e matou o namorado (foto) com uma facada.

Na madrugada desta segunda-feira, a ruralista Sirlene Maria de Carvalho, 31 anos, foi encaminhada à Cadeia Pública Feminina de Santa Ernestina. Ela confessou ter cravado um canivete em seu namorado.

O fato aconteceu na Avenida Ivo Granata, Quarto Centenário, na noite de domingo (19h40), quando o motorista Esperidião Pereira Ramos, 46, teria chegado na casa de Sirlene e a agredido com socos.

Ela se apossou de um canivete e golpeou seu tórax. Ele andou alguns metros e caiu, sendo acionada a unidade de resgate do Samu, que o encaminhou ao Pronto Socorro.

Os médicos tentaram reanima-lo, mas foi em vão. Os cabos Miguel e Lobo detiveram a autora, que aguardou a viatura em sua residência. Foi autuada em flagrante pela delegada Maria Imaculada da Silva Ricolde por homicídio.

Ela foi medicada, pois apresentada escoriações pelo corpo e hematoma no olho esquerdo. O corpo de Esperidião, que residia na Rua Acre, Jardim do Bosque, foi encaminhado ao IML de Araraquara.

Brigas

A Polícia Militar registrou outras lesões. Na praça da Abolição, um operador de 35 anos avistou sua esposa com um rapaz de 24, abraçados, pegou uma chave de roda (tipo estrela) e partiu para cima dele.

 A vítima foi encaminhada ao Pronto Socorro com ferimentos pelo corpo. Ele disse que estava mantendo contato com a mulher para fins de futuro relacionamento.

No Las Lomas, uma secretária de 34 anos afirmou em sua versão, que foi agredida a socos no rosto e mordida no lábio pelo marido, metalúrgico de 37, segundo o cabo Menezes e soldado Leandro. Ele disse que isso é frequente.

No Bosque, uma adolescente de 17 anos acusa o marido de nova agressão. Ele teria ingerido bebida alcóolica, arranhado seu pescoço e tentado o enforcamento, mesmo com o bebê de 4 meses no colo. Ele fugiu para evitar a prisão. 

No Jardim Santa Rosa, uma mulher foi empurrada pelo marido, sofrendo escoriações, após desentendimento por motivos desconhecidos. O cabo Menezes registrou o fato.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias