Menu
sábado, 26 de setembro de 2020
Região

Grávida é brutalmente assassinada no 33º homicídio em Rio Claro

29 Set 2014 - 14h01
0 - 0 -

A Delegacia de Investigações Gerais (DIG) tenta prender um homem que tem o apelido de “Carioca”, que vem sendo apontado como o autor de um crime brutal na cidade de Rio Claro. Ele teria assassinado a amásia grávida de sete meses e com isto também provocou a morte do próprio filho que deveria vir ao mundo no início do mês de dezembro. O corpo da dona de casa Verônica de Moraes Gomes, 20, foi encontrado enrolado em um cobertor e amarrado por cordas como se fosse um pacote debaixo de telhas nos fundos da casa em que residia o casal.

Os peritos do Instituto de Criminalística (IC) acreditam que o crime pode ter sido cometido na madrugada da última sexta-feira (26) e a mulher teria também sido torturada antes de ser assassinada com golpes de faca no pescoço e face.

Segundo a polícia para evitar que a mulher escapasse o assassino a amarrou e para que ela não gritasse a amordaçou colocando em sua boca um tecido preto que a impediu de clamar por socorro.

O caso segue investigado pela Polícia Civil que deverá apurar as causas do brutal crime e seu assassino que ao que tudo indica teria sido realizado pelo amásio de Verônica, o qual até o momento segue desaparecido.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias