Menu
segunda, 21 de junho de 2021
Caso Mariana

Exames preliminares não apontam estupro

28 Set 2019 - 09h11Por Redação São Carlos Agora
Exames preliminares não apontam estupro - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

Exames preliminares realizados no Instituto Médico Legal (IML) de Araraquara apontam que a universitária Mariana Bazza não foi vítima de violência sexual. Ela foi assassinada em Bariri e o crime chocou a região.

Os médicos legistas constaram que houve estrangulamento e não há indícios que a vítima entrou em luta corporal com o assassino.

Peritos do IC (Instituto de Criminalística) solicitaram o exame residual, para através de secreções constatarem se houve ou não o abuso sexual, pois o criminoso pode ter vestido a vítima após o suposto ato.

Rodrigo Alves Pereira, o Rodriguinho, acusado pelo assassinato de Mariana, segue preso no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Bauru.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias