Menu
domingo, 20 de setembro de 2020
"Arraiás"

Escolas municipais de Ibaté realizam Festas Julinas

06 Jul 2018 - 10h18Por Redação
Escolas municipais de Ibaté realizam Festas Julinas - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

Nesta semana, as escolas municipais de Ibaté, por meio da Prefeitura e o Departamento de Educação e Cultura realizaram as tradicionais festas julinas, onde puderam encerrar o ciclo de aprendizado dos alunos sobre a cultura dessas festividades.

Celebradas no Brasil desde pelo menos o século XVII, as Festas Juninas constituem a segunda maior comemoração realizada pelos brasileiros, ficando atrás apenas do Carnaval.

Além das apresentações, como a quadrilha e as danças, também houve os quitutes mais tradicionais como: pipoca, paçoca, pé de moleque, canjica, cachorro-quente, entre outras.

As escolas também criaram todo um ambiente da festa, chamado de arraial, com as barraquinhas de comidas e bebidas típicas decoradas com bandeirinhas coloridas.

De acordo com a assessora da Área de Educação e Cultura, Fátima Donizete Heck Vaz, essas festas são tradicionais nas escolas e servem para que os alunos assimilam melhor o conteúdo apresentado nas salas de aula. “As crianças ensaiaram as apresentações de quadrilhas e danças típicas e foram oferecidas as deliciosas comidas típicas dessa época do ano, além das brincadeiras e das lindas decorações, envolvendo alunos, professores, a equipe gestora e a comunidade”, comentou.

A assessora também ressaltou a importância dos alunos participarem dessa atividade. “As festas juninas e julinas são tradicionais, os alunos esperam por essa época do ano, tanto pelo fato das apresentações, em que começam a ensaiar um mês antes, tanto pelo aprendizado, pois os alunos estudam sobre as festas juninas e as comidas que são oferecidas para eles acabam sendo uma extensão a esses estudos, mostrando na prática o que leem nos livros”, observou Fátima.

O prefeito José Luiz Parella (PSDB) salientou que as festas juninas promovem um momento de confraternização, diversão e envolvimento da comunidade e que cada detalhe está sendo preparado com muito empenho por todos os profissionais da Rede Municipal de Ensino, que como sempre, realizam tudo com muito amor e carinho. “Cada escola realiza uma festa junina de acordo com que é ensinado e com as idades dos alunos, sendo um momento de confraternização entre toda a comunidade escolar, aproximando ainda mais direção, professores, funcionários e alunos. Com certeza todos os envolvidos estão preparando lindas festas, com muito amor e carinho”, ressaltou.

ORIGEM

A origem das Festas Juninas ou Julinas é pagã. Ainda antes da Idade Média, as celebrações anunciavam o solstício de verão e de inverno e homenageavam os deuses da natureza e da fertilidade.

A igreja acabou aderindo às festas atribuindo-lhes um caráter religioso, uma vez que não conseguia acabar com a sua popularidade.

Em Portugal, em virtude da coincidência de datas, passou-se a comemorar o São João, chamando-lhe de festas joaninas. No país lusitano, a Festa de São João na cidade do Porto é muito famosa e atrai milhares de pessoas que todos os anos festejam nas ruas.

No Brasil, as festas juninas foram introduzidas pelos portugueses no período colonial e, desde então, a comemoração sofreu influências das culturas africanas e indígenas e, por isso, possui características peculiares em cada parte do Brasil.

As festas caipiras, como são também conhecidas, são típicas da região nordeste, onde a maior festa de São João do mundo acontece em Campina Grande, no Estado da Paraíba.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias