segunda, 15 de agosto de 2022
Multa de R$ 497 mil

Polícia Rodoviária apreende 118 aves silvestres na Washington Luís

Entre elas, 18 araras Canindé que estão ameaçadas de extinção; dois homens foram detidos

07 Dez 2021 - 15h16Por Redação
As aves apreendidas pela Polícia Ambiental - Crédito: DivulgaçãoAs aves apreendidas pela Polícia Ambiental - Crédito: Divulgação

A Polícia Militar Ambiental de Araraquara, durante operação “Abate”, realizada nesta terça-feira, 7, foi acionada pelo plantão policial, relatando a apreensão pela Polícia Rodoviária de um transporte de aves e animais silvestres no km 273 da rodovia Washington Luís (SP-310), sentido sul.

Os policiais ambientais foram no plantão policial e constataram que L.N.G.C. e J.M.C., estariam transportando 18 araras Canindé que estão ameaçadas de extinção; um papagaio; 73 canários da terra; sete pássaros preto; oito corrupião; cinco araras Maracanã; seis tucanos toco e um quati, todos em situação de maus-tratos e estavam em um Gol.

Foram elaborados autos de infração ambiental, totalizando uma multa de R$ 497 mil em cada um dos envolvidos. A autuação foi majorada referente as Araras Canindé. 

As aves apreendidas foram destinadas a uma clínica para serem alimentadas e cuidados veterinários. O Gol foi apreendido e depositado no pelotão da Polícia Ambiental de Araraquara.

Segundo apurado, os autuados responderão criminalmente pela apreensão das 118 aves silvestres nativas e um quati.

Após as deliberações de praxe os canários da terra e os pássaros preto foram devolvidos ao habitat natural. Já as araras Canindé, o papagaio, os corrupiões e os tucanos foram encaminhados para a APASS (Associação Protetora de Animais Silvestres), em Assis/SP.

Permaneceram na clínica, em Araraquara, as araras Maracanã e um quati por estarem debilitados e passam por tratamento intensivo e não suportariam o transporte no momento, de acordo com orientação da médica veterinária Dra. Beatriz Boldrin Mansur.

Leia Também

Últimas Notícias