Menu
quinta, 22 de outubro de 2020
Região

DISE de Araraquara apreende 15 kg de ?supermaconha?

17 Nov 2009 - 16h11Por Redação São Carlos Agora
0 - 0 -
Cláudio Dias/Tribuna Impressa


"Supermaconha apreendida pela DISE, em Araraquara. Foto: Cláudio Dias/Tribuna Impressa".A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise) de Araraquara, apreendeu 15 quilos da maconha hidropônica, conhecida popularmente entre policiais e usuários como ‘supermaconha’ por ter teor de Tetra Hidro Canabinol (THC), princípio ativo da maconha, quatro vezes maior. O flagrante é resultado de quase 40 dias de investigações. As ações de busca começaram na noite de segunda-feira e terminaram na manhã desta terça-feira.

A investigação dos policiais civis mirou inicialmente um suspeito: o morador do Jardim Nova Época I.J.R.O., 29. A partir dele, outros nomes foram surgindo e descobriu-se que ele negociava muito mais do que a maconha convencional e que tinha acesso à hidropônica. Após acompanhamento do setor de inteligência da Dise, os policiais confirmaram que ele deixava os tijolos da droga enterrados em uma área dentro da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp), na Vila Xavier.

Para ter acesso ao local, ele contava com a participação do vigia M.F.S., 55, que liberava a entrada do jovem de 29 anos e outros comparsas. O objetivo era duplo: guardar a droga e cortá-la em tabletes para venda. Durante a ação, os policiais foram até à Ceagesp e prenderam o vigia durante o turno de serviço. Ele mesmo mostrou onde a maconha estava enterrada. Vários tijolos foram apreendidos. A partir daí, a Dise iniciou a prisão dos outros envolvidos.

O morador do Jardim Nova Época foi o primeiro a ser detido. Em outra casa no mesmo quintal, os investigadores prenderam a jovem F.M.S., 24, com cocaína. Ela é suspeita de vender droga para o vizinho. Indicados como outros envolvidos com o tráfico, os moradores da Vila Xavier, R.R.F.L.. 26, e E.M.R., 27, também acabaram detidos. Além dos tijolos, outras porções menores da droga foram achadas nas casas dos acusados.

Os quatro homens foram encaminhados ao Centro de Detenção Provisória (CDP) e a mulher à unidade feminina de Fernando Prestes.
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias