Menu
sexta, 05 de março de 2021
Região

Agente teria colocado fim na própria vida em muralha de penitenciária de Araraquara

11 Jul 2016 - 09h35Por Pedro Maciel
Foto: Divulgação - Foto: Divulgação -

A Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) apura a partir desta segunda-feira, 11, o suposto suicídio do agente penitenciário de escolta e vigilância Rodrigo Valério Torres, 30 anos, ocorrido na penitenciária estadual de Araraquara. 

Por volta das 22h de sexta-feira Rodrigo teria apontado a arma para o próprio peito e atirado. Companheiros de trabalho acionaram a Unidade Resgate do Corpo de Bombeiros que tentou, mas não conseguiu reanimá-lo. Um médico do Samu também foi acionado e constatou a morte do agente sobre uma das muralhas. Além da direção da penitenciária, integrantes do plantão da Polícia Civil e peritos do Instituto de Criminalística estiveram no local realizando os primeiros levantamentos para averiguar a causa do disparo de arma de fogo.

DEPRESSÃO

Informações ventiladas entre colegas de trabalho dão conta que o agente penitenciário era formado em Direito, teria prestado três concursos e havia passado em um do Governo Federal, bem como segundo pessoas próximas Rodrigo estava depressivo. Ele estava de licença médica e segundo familiares, o estado teria negado o afastamento, e quando ele retornou resolveu tirar a própria vida. 

Após todo trabalho a Polícia Civil registrou o caso como morte suspeita, que deverá ser apurado através de Inquérito Policial e sindicância administrativa. 

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias